O que há em um nome? O que os incríveis nomes de Jesus nos dizem sobre ele

Você já parou para pensar no que alguns dos muitos nomes e títulos de Jesus significam para você?

O que há em um nome? O que os incríveis nomes de Jesus nos dizem sobre ele

O que Jesus significa para nós não pode ser descrito com palavras. Na Bíblia, Jesus recebeu muitos nomes, títulos e descrições que podem nos dar uma ideia de quem ele é e o que ele fez por nós. Esta lista é apenas um começo, e totalmente inadequada para dar uma imagem completa, mas talvez possa nos inspirar a começar a ler e pensar mais sobre nosso amado Senhor e Salvador, Jesus Cristo – e o que seus nomes e títulos significam para nós, pessoalmente. – agora e na eternidade!

A Palavra – a Luz do Mundo

“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez. Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens. … E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.” João 1:1-4,14.

A Palavra de Deus contém a sabedoria de Deus, sua vontade, seus pensamentos. Quando Jesus veio à Terra, realizou a vontade de Deus de maneira tão completa e perfeita que a Palavra se tornou carne. Em sua vida, as pessoas podiam ver a graça, a verdade, a sabedoria e o poder na Palavra de Deus, que é a glória de Deus. Todas as suas ações, palavras e atitudes irradiavam a glória de Deus. A vida de Jesus era um farol brilhante, uma luz mostrando o caminho para seu Pai. Agora é a nossa vez – seguindo o exemplo dele, a Palavra também pode se tornar carne em nós!

Leia mais: Como você pode se tornar a palavra da vida sobre duas pernas

Emanuel – Deus conosco

“‘Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, E chamá-lo-ão pelo nome de EMANUEL, Que traduzido é: Deus conosco.’” Mateus 1:23.

O pecado causou uma separação entre as pessoas e Deus, mas Deus tem zelo pelo nosso espírito (Tiago 4: 5), e quer restaurar a comunhão que ele originalmente tinha com a sua criação. Jesus deixou sua casa com o Pai e veio à Terra por nossa causa. Como ele estava sempre de pleno acordo e em obediência à vontade de Deus, o significado desse nome era realmente cumprido em Jesus: Emanuel – “Deus conosco!”

É somente através de Jesus Cristo que temos acesso a Deus. Por meio do sacrifício expiatório de Jesus na cruz, fomos reconciliados com Deus e, através de sua vida, temos um caminho de volta ao Pai. Mesmo agora, ele constantemente ora por nós, para que possamos ser salvos por completo! (Hebreus 7:25.)

Leia mais: Jesus: O melhor mediador que eu poderia pedir

O Filho de Deus – o Filho do Homem

 “E, respondendo o anjo, disse-lhe: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e a virtude do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra; por isso também o Santo, que de ti há de nascer, será chamado Filho de Deus.” Lucas 1:35.

Jesus não tinha pai terreno, mas foi concebido pelo Espírito Santo, então Deus era seu pai. Por causa disso, Jesus teve o Espírito com ele desde o nascimento, no poder do Espírito ele pôde realizar toda a vontade de Deus.

Mas, voltando à Terra, ele também se tornou um ser humano, filho de Maria da casa de Davi. O nome ou título que Jesus mais usou para si mesmo foi o Filho do Homem. Como homem, ele precisava orar com fervor e vigor para ser salvo da morte e, através da obediência à Palavra e vontade de Deus, venceu o pecado – e, portanto, o poder da morte. (Hebreus 5: 7-8.) Em todas as suas provações e tentações como homem, ele nunca pecou! Ele desistiu de sua própria vontade de fazer a vontade de Deus e destruiu totalmente as obras do diabo. (1 João 3: 8.)

A vida sem culpa e sem pecado de Jesus poderia ser usada como sacrifício para expiar os pecados do mundo inteiro! Seu sacrifício nos liberta se crermos nele e o aceitamos como nosso Senhor e Salvador, e nosso exemplo, a quem podemos seguir. (1 Pedro 2: 21-24.)

“Porque o Filho do homem veio salvar o que se tinha perdido.” Mateus 18:11.

“Porque o Filho do homem também não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos.” Marcos 10:45.

Leia mais: Por que Jesus teve que morrer na cruz?

Jesus Cristo – Salvador

“… eis que em sonho lhe apareceu um anjo do Senhor, dizendo: José, filho de Davi, não temas receber a Maria, tua mulher, porque o que nela está gerado é do Espírito Santo;
E dará à luz um filho e chamarás o seu nome JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados.’”
Mateus 1:20-21.

“E o anjo lhes disse: Não temais, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo: Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor.’” Lucas 2:10-11.

Jesus” é uma forma do nome “Yeshua” ou “Josué”, que significa “Deus salva”. Este era um nome comum, e Jesus nasceu com toda humildade – um ser humano, o Filho do Homem. E foi através deste homem que o mundo foi salvo! O pecado havia chegado ao mundo através da desobediência e orgulho do primeiro homem, Adão, mas no homem Jesus, o pecado foi vencido através de sua humildade e obediência a Deus. Em Jesus, a maldição que havia entrado no mundo através do pecado foi vencida – Ele venceu a morte por sua própria morte sobre o pecado. Agora podemos ser salvos do pecado através da morte expiatória de Jesus na cruz e chegar a suas virtudes seguindo sua vida.

É por isso que Jesus também recebeu o título “Cristo”, que significa “O Ungido” (ou o “Messias”), enviado por Deus, seu Pai, e ungido para esta tarefa suprema.

Pare e pense no amor que Jesus nos mostrou quando tomou isso voluntariamente, e nas consequências que isso tem para você e para mim!

Leia mais: Jesus, teu Salvador

EU SOU – Alfa e Ômega

“Disse-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que antes que Abraão existisse, eu sou.’” João 8:58.

“Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim, o primeiro e o derradeiro.” Apocalipse 22:13.

O nome de Deus é “EU SOU”, e quando Jesus diz o mesmo de si mesmo, ele mostra que é um com o Pai – eterno, imutável, fiel e verdadeiro. Ele era de antes do início dos tempos e permanecerá por toda a eternidade, mas o que é mais surpreendente é que ele deixou o céu e a eternidade e veio à Terra por um tempo como ser humano! Aqui, ele viveu sua vida em obediência à vontade do Pai, e quando ele foi crucificado e deu sua vida por nós, não era o fim, mas uma entrada triunfante de volta àquela gloriosa eternidade. Em todas as suas provações e tentações, ele permaneceu fiel e verdadeiro, e seu Espírito pôde voltar para Deus, intocado pelo pecado que havia encontrado na Terra. Ele permanecerá para sempre; Quando este mundo passar, sua vida ainda será um exemplo brilhante do que Deus pode fazer em uma pessoa.

Ele foi em frente, tornando-se um exemplo e precursor para nós. Se o seguirmos, chegaremos aonde ele está e participaremos da eternidade com ele, exemplos do que Deus pode fazer em pessoas que fazem sua vontade.

Rei dos reis e Senhor dos senhores – o nome que está acima de todo nome

Jesus Cristo é o conquistador – Aquele que venceu o pecado e a morte. Ele é quem mais se humilhou e, portanto, agora é exaltado acima de todo nome. Porque ele glorificou seu Pai com sua vida, ele agora está assentado à direita de Deus – para a glória de Deus! Seu triunfo é eterno; Sua glória é eterna. Ele recebeu toda autoridade no céu e na terra; e com esse poder, ele é poderoso para nos salvar. Ele reinará para todo o sempre! (Apocalipse 11:15.)

“E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-Poderoso. E no manto e na sua coxa tem escrito este nome: Rei dos reis, e Senhor dos senhores.” Apocalipse 19:15-16.

“De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz. Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome; Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai.” Filipenses 2:5-11.

O que é quase incrível, e algo que devemos entender pela fé, é que ele deseja compartilhar esta glória conosco. Ele quer que o sigamos em sua morte sobre todo o pecado, para que também possamos participar de sua vida, suas virtudes. (2 Pedro 1: 3-4.) Ele quer que sejamos herdeiros com ele! (Romanos 8: 16-18.) A fé nisso deve nos levar a viver vidas dignas desse chamado, dispostas a renunciar à nossa vontade e segui-lo, mostrando nosso grande amor e gratidão a ele, obedecendo a seus mandamentos. Que nossa vida seja um eterno agradecimento e louvor ao nosso amado Senhor e Salvador, Jesus Cristo – nosso irmão! O nome de Jesus seja glorificado em toda a eternidade!

Baixar e-book grátis

Eu estou crucificado com Cristo

Escrito por Elias Aslaksen

Este livreto é baseado nas palavras de Paulo em Gálatas 2:20: “Eu estou crucificado com Cristo; não vivo mais eu, mas Cristo vive em mim …” Aqui Elias Aslaksen explica o que isto quer dizer e como os leitores podem ter o mesmo testemunho que Paulo em suas próprias vidas.