Algo para entender quando eu simplesmente não entendo

Nas situações em que perguntei: “Por que tenho que passar por isso?” Eu aprendi algo valioso.

Escrito por Page Owens
Algo para entender quando eu simplesmente não entendo

Costumo fazer a pergunta “por que” sobre tudo e qualquer coisa – às vezes me sinto como uma criança de dois anos! E de vez em quando isso significa questionar por que as coisas estão acontecendo comigo. “Por que eu tenho que passar por essa situação ou por aquela situação?” É nessas situações particulares que aprendi algo valioso.

Como ser humano, sou muito míope. Eu entendo as coisas em termos de minha perspectiva e o que faz sentido para mim. Eu pinto situações inteiras através de minhas próprias lentes.

Posso enfrentar situações exteriores que simplesmente não consigo entender: como doenças ou dificuldades financeiras, ser incompreendida ou rejeitada, perder alguém próximo etc. Não posso simplesmente deixar essas coisas de lado e ser “despreocupada” o tempo todo. Mas eu posso entender que Deus tem essas situações perfeitamente em suas mãos e ele quer que eu tire algo delas!

Tudo acontece por uma razão

Deus é onisciente. Ele entende tudo perfeitamente e completamente, de todos os ângulos. Ele entende os pensamentos e intenções do coração de todas as pessoas. Ele me criou e sabe exatamente como eu sou como pessoa. “Tu… conheces todos os meus caminhos. Não havendo ainda palavra alguma na minha língua, eis que logo, ó Senhor, tudo conheces.” Salmos 139:1-24. E ele sabe que eu tenho uma carne na qual não habita nada de bom. No entanto, sabendo tudo sobre mim, ele me chamou para uma vida de progresso na santificação. Isso só pode acontecer se eu entender de usar minhas situações para esse fim.

Pouco a pouco, Deus me mostra as áreas onde as coisas não são como deveriam ser; onde as coisas precisam mudar. Mesmo quando eu não entendo o “porquê”, Deus usa minhas situações para me ajudar a ver minha verdadeira natureza. Eu realmente preciso “me humilhar” e admitir a verdade sobre mim. Mas quando eu admito – e amo a verdade – então Deus pode fazer uma obra em minha vida.

Eu gostaria que minhas situações fossem diferentes, mas à medida que progredia e me desenvolvia, comecei a ver e entender cada vez mais quais são as intenções de Deus. Talvez uma situação que eu achei “difícil” na época tenha me levado a uma necessidade e um relacionamento muito mais profundos com Deus. Ou talvez eu tenha visto algo em mim que foi “prolongado” na situação – como preocupação ou orgulho. Quando vejo essas coisas, tenho a oportunidade de vencê-las e ser transformada.

Eu preciso me tornar como Jesus

Jesus veio á terra porque ele queria irmãos e irmãs. (Romanos 8:29; João 20:17; Hebreus 2:12.) Ou, outra metáfora descreve isso como “Sua noiva.” (Apocalipse 19: 7-9; 2 Coríntios 11: 2, João 3:29.) Ele queria pessoas com as quais pudesse compartilhar o reino dos céus. (Romanos 8: 16-17; 1 João 3: 2.) Para me tornar um companheiro adequado para ele, tenho que seguir o caminho que ele andou. Eu também tenho que me humilhar e permitir que Deus trabalhe completamente comigo da mesma maneira que ele trabalhou com Jesus durante seus dias aqui na Terra. (Hebreus 5: 7-9.)

Em um sentido prático, isso significa que eu obedeço à palavra de Deus para que ela se torne vida dentro de mim. Onde antes eu era atormentada por coisas que nada tinham a ver com o reino de Deus (pensamentos ansiosos, pensamentos de impureza, egoísmo, orgulho etc.), eu progredia em direção a coisas que se encaixavam perfeitamente no reino de Deus (fé e descanso completo em Deus, pureza completa, língua sem dolo ou malícia, verdadeira humildade, etc.). Jesus era completamente perfeito e, para ser uma noiva adequada para ele, também preciso progredir nesse caminho. (Mateus 5:48; Hebreus 5: 9.)

“Não que já a tenha alcançado, ou que seja perfeito; mas prossigo para alcançar aquilo para o que fui também preso por Cristo Jesus.” Filipenses 3:12.

Deus me conhece tão profundamente, que conhece exatamente as situações exteriores que serão necessárias para me levar a esse objetivo! Ele planeja tudo absolutamente e completamente perfeitamente; exatamente o que eu pessoalmente preciso! (Romanos 8:28.)

Confie no Senhor de todo o teu coração

Existem muitas situações em que ser analítica é uma coisa boa, mas quando começa a me levar a pensamentos de inquietação e dúvida, fica claro que estou seguindo o caminho errado.

“Confia no Senhor de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento.” Provérbios 3:5. Costumo pensar neste versículo em conexão com minha tendência de pensar demais nas coisas. Quando não consigo pensar em algo, simplesmente tenho que admitir que não sei. Mas Deus sabe e ele está em perfeito controle! Ele não é míope, então posso ter certeza absoluta de que ele entende e guia tudo. (Salmo 147: 5; Isaías 55.)

Deus sabe todos os “por quês”, desde o começo, mas ele necessariamente precisa trabalhar comigo pouco a pouco. Como um pai ensinando seu filho, Ele não conta à criança tudo o que eles precisam saber de uma vez! Isso seria um pouco esmagador, e não muito eficaz. Ele me dá uma luz cada vez maior sobre as coisas que precisam mudar na minha vida, a medida que sou capaz de suportar. Então, ao me humilhar sob sua poderosa mão, e ser obediente à sua palavra e à sua liderança em minha vida, progrido no caminho da santificação. Pessoalmente, estou muito animada com esta vida e muito animada por seguir adiante com uma simples fidelidade por esse caminho!

“Mas agora, ó Senhor, tu és nosso Pai; nós o barro e tu o nosso oleiro; e todos nós a obra das tuas mãos.” Isaías 64:8

 

Você pode estar interessado em ler mais em nossa página sobre Deus e eu, ou nos artigos abaixo.

Baixar e-book grátis

Uma tão grande salvação

Escrito por Sigurd Bratlie

O apóstolo que escreveu o livro aos Hebreus o chama de “uma palavra de exortação”. O objetivo deste livreto é amplificar e expandir sobre esta exortação, trazendo fé e salvação a todos aqueles que têm um chamado celestial. Todos aqueles que seguem à exortação do livro aos Hebreus podem alcançar esta grande salvação.