O que significa que a amizade com o mundo é inimizade com Deus?

“Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.” Tiago 4:4. O que isso significa? Significa que, se sou amigo de pessoas que não […]

Escrito por Peter Damnjanovic
O que significa que a amizade com o mundo é inimizade com Deus?

“Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.” Tiago 4:4.

O que isso significa? Significa que, se sou amigo de pessoas que não são cristãs, sou inimigo de Deus? Isso significa que eu deveria ser desagradável, hostil, frio e distante para com os não-crentes e ter uma atitude “mais santa do que tu” para ser amigo de Deus?

Eu não acho que é isso que Tiago quis dizer, embora possa ser interpretado assim por alguns, o que significa que eles não podem dar um aperto de mão com incrédulos ou até mesmo compartilhar uma refeição juntos, por medo de se tornarem “impuros”. Outros se recusam a adotar a tecnologia moderna, carros e computadores etc. por medo de “amizade com o mundo”. Isso os leva a viver separados e a evitar o contato com a maioria das outras pessoas!

Como Deus ama as pessoas e quer atraí-las de volta para si mesmo, salvar e ajudá-las, essas interpretações teriam o efeito oposto, que é afastar as pessoas. Em João 3:16 diz: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”

A Bíblia nos fala pouco sobre a vida de Jesus até os 30 anos, mas podemos supor que ele viveu entre as pessoas de uma maneira normal. As pessoas pensavam nele como “o filho do carpinteiro!” Ele não vivia como um eremita, além das pessoas. De fato, durante os três anos de seu ministério público, ele ficou conhecido como um amigo dos cobradores de impostos e pecadores. (Mateus 11:19.) Mas ele certamente não era um amigo do mundo!

O que é “o mundo?”

Então, com isso em mente, o que a frase “amizade com o mundo é inimizade com Deus” realmente significa? Bem, para entender isso corretamente, vamos voltar ao começo do mundo. Em Gênesis 1:31, diz, “E viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom…” Algo deve ter mudado então, para Tiago escrever esta advertência!

Esse “algo” é explicado em Gênesis 3 a respeito da desobediência da humanidade e a queda no pecado, e as terríveis mudanças que isso trouxe. Apenas três capítulos depois em Gênesis 6: 5, diz, “E viu o Senhor que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente.” Que desenvolvimento horrível!

No começo, Adão e Eva tinham apenas a ver com Deus e foram influenciados por Seu Espírito e tudo o que era bom. Mas ouvindo a serpente (Satanás), eles foram influenciados por um espírito soberbo e perverso. Eles escolheram desobedecer a Deus e caíram no pecado e na separação de Deus. Assim, o amor a Deus, seus mandamentos, e tudo o que é bom, foi substituído pelo amor a si mesmo. Esse egoísmo – desejando obter o que eu quero, penso ou vejo, independentemente do que é certo ou errado, e vivendo por meu próprio orgulho – se infiltrou em toda a humanidade. Este é “o mundo” e não está lá fora em algum lugar! Está dentro de todo ser humano. A Bíblia chama essa natureza humana após a queda de “a carne”, e isso afetou todas as pessoas no mundo.

O espírito de Satanás é agora a principal influência no mundo, esse que é o inimigo de Deus e da humanidade, como está escrito em Efésios 2:2-3, “… segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência; Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também.”

Simplificando, os seres humanos ficaram irremediavelmente perdidos no pecado, sem saída, e é por isso que Deus, em seu grande amor por nós, enviou Jesus para nos salvar. (João 3:16; Romanos 5: 8.) Jesus se tornou um ser humano e, como homem, estava sujeito a todas as fraquezas que temos. Ele poderia ser e foi tentado como nós (Hebreus 4:15), mas nessas tentações, ele lutou contra e venceu as concupiscências em sua carne. Ele fazia isso todos os dias e clamou pouco antes de morrer: “Está consumado!” O caminho de volta a Deus foi aberto agora, mas cada pessoa deve escolher por si mesma o que fará.

Você será honesto sobre seu estado e reconhecerá sua necessidade pessoal de um Salvador para ajudá-lo a vencer o mundo do pecado dentro de si mesmo? Ou você vai se enganar e fingir que está tudo bem, e continuar vivendo uma mentira?

O que é “amizade com o mundo”?

Portanto, amizade com o mundo significa seguir em frente, viver, concordar e amar as concupiscências da carne e o espírito propulsor por trás delas – eu, eu, eu! Você não pode fazer isso e ser amigo de Deus! A única maneira de ser amigo de Deus é se afastar do pecado, se voltar para Jesus e entregar-lhe todo o seu coração e segui-lo. É odiar as concupiscências da carne – todo egoísmo, orgulho e maldade – e amar o que Deus ama – tudo o que é bom, puro, nobre e amável.

Os versículos de 1 João 2: 15-17 tornam isso claro como cristal: “Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.”

Quando entregamos nossos corações e vidas a Deus por meio de seu filho Jesus Cristo e começamos a segui-lo em obediência, o Espírito Santo de Deus nos enche e nos guia. Quanto mais somos libertos das concupiscências de nossa carne (eu, eu, eu), mais amor, alegria, paz e tudo o mais é bom nos enche. Estamos cheios de amor a Deus e às pessoas, e queremos ajudar as pessoas, da mesma forma que fomos ajudados.

 

Você pode estar interessado em ler mais sobre ser um Cristão em nossa página, ou nos artigos que seguem.

Baixar e-book grátis

Eu estou crucificado com Cristo

Escrito por Elias Aslaksen

Este livreto é baseado nas palavras de Paulo em Gálatas 2:20: “Eu estou crucificado com Cristo; não vivo mais eu, mas Cristo vive em mim …” Aqui Elias Aslaksen explica o que isto quer dizer e como os leitores podem ter o mesmo testemunho que Paulo em suas próprias vidas.