Salvação pela vida de Cristo

Em Romanos 5:10, lemos que há mais na salvação do que na reconciliação pela morte de Jesus. Como somos salvos por sua vida?

Escrito por Johan Oscar Smith
Salvação pela vida de Cristo

Romanos 5:10: Salvação após a reconciliação

Há uma salvação a ganhar depois de termos sido salvos. Romanos 5:10 diz, “Porque se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, tendo sido já reconciliados, seremos salvos pela sua vida.”

Na primeira salvação, recebemos perdão pelos pecados cometidos. A segunda salvação vem com a obediência à fé, porque está escrito: Anda na luz enquanto você tem a luz, para que você se torne filho da luz. Na luz está a vida, e na luz estava a vida, e a vida é a luz do homem. Ser filho da luz é o mesmo que ser filho da vida. Jesus Cristo é um príncipe na luz; Ele é o príncipe da vida. Satanás é o príncipe das trevas; ele tem o poder da morte.

Vivificado pelo Espírito

A salvação que vem através da vida de Cristo é que ele, por seu Espírito, e por sua luz e vida, nos vivifica. Ele anseia zelosamente pelo espírito que causou em nós, mas dá mais graça. À medida que a luz aumenta, a escuridão diminui. A luz traz vida e, à medida que a escuridão diminui, leva ela à morte. Aquele que tinha o poder da morte – o diabo – também é destruído. Paulo ainda não havia alcançado uma salvação aperfeiçoada através da vida de Cristo, mas insistiu em alcançá-la. (Filipenses 3:12.) Nós também devemos seguir em direção a esse objetivo nesta salvação. É um objetivo indescritivelmente alto dentro da perfeita lei da liberdade.

Na primeira salvação, Jesus se tornou nossa oferta pelo pecado. Na segunda salvação, ele é nosso Sumo Sacerdote e Advogado. Ele é o mediador de uma nova aliança, por meio da morte, para a redenção das transgressões sob a primeira aliança. (Hebreus 9:15.)

Julgamento traz salvação

Pedro também fala da salvação pela vida de Cristo em 1 Pedro 4: 17: “Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus; e, se primeiro começa por nós, qual será o fim daqueles que são desobedientes ao evangelho de Deus? E, se o justo apenas se salva, onde aparecerá o ímpio e o pecador?’”

O julgamento começa na casa de Deus, isto é, conosco. Este é o julgamento, que a luz chegou ao mundo. Experimentamos esse julgamento quando Deus lança sua luz sobre nós. Sob essa luz, sabemos que devemos colocar as coisas em ordem. Essa é a única maneira pela qual podemos ser fiéis à luz e nos tornar filhos da luz. Precisamente porque a luz traz julgamento, as pessoas a desprezam. Se tudo no coração de uma pessoa estivesse em perfeita ordem, a luz lhe traria alegria infinita e ela se alegraria na luz. No entanto, somos inerentemente maus, somos trevas absolutas e cometemos muitas obras das trevas, que precisam ser purificadas pela luz e pelo julgamento. Portanto, a luz causa mais tristeza do que alegria. O jovem e rico governante se foi triste, e a maioria das pessoas hoje faz o mesmo quando a luz da Palavra atinge seu coração. As Escrituras previram isso, e é por isso que está escrito: “Hoje, se ouvirdes a sua voz, Não endureçais os vossos corações.”. Salmo 95: 7-8; Hebreus 3: 7-8.

Salvação pela vida de Cristo

O que acontece se não endurecermos nossos corações? Iremos de luz em luz. Chegamos a entender que o julgamento retorna à justiça, com o resultado de que não temos tanto medo de julgar a nós mesmos e concordar com a luz. Isso se torna cada vez mais fácil para nós, porque quando continuamos a andar na luz, nos tornamos mais conscientes de como somos miseráveis de acordo com a carne. Isso produz um forte ódio por nossa vida própria, o que nos permite passar no teste que Cristo exige daqueles que querem ser seus discípulos. A glória aumentará, pois os sofrimentos na carne mantêm as trevas e a maldade em sujeição. Tornamo-nos mais conscientes da herança na luz. A comunhão fraterna aumenta e se torna mais fervorosa. O sangue limpa todo pecado, e nossa proximidade e comunhão com o Pai se tornam maiores do que nunca. Nosso serviço no Espírito se torna mais valioso, e mais e mais pessoas nos odeiam e expulsam nosso nome como mau.

Jesus foi ouvido por causa de seu temor á Deus. Caminhando na luz, mostramos nosso verdadeiro temor á Deus e nos tornamos cada vez mais seguros de que Deus ouve nossas orações. Todas essas coisas fazem parte da salvação que vem através da vida de Cristo. Essa salvação só pode começar a funcionar após a morte, para nos redimir dos pecados que cometemos sob o primeiro pacto.


Este artigo foi traduzido do norueguês e foi publicado pela primeira vez no periódico Tesouros Escondidos (Skjulte Skatter) de BCC em outubro de 1920.
© Copyright Stiftelsen Skjulte Skatters Forlag

 

Você pode estar interessado em ler mais em nossa página de tópico sobre salvação e santificação, ou nos artigos abaixo.

 

Baixar e-book grátis

Uma tão grande salvação

Escrito por Sigurd Bratlie

O apóstolo que escreveu o livro aos Hebreus o chama de “uma palavra de exortação”. O objetivo deste livreto é amplificar e expandir sobre esta exortação, trazendo fé e salvação a todos aqueles que têm um chamado celestial. Todos aqueles que seguem à exortação do livro aos Hebreus podem alcançar esta grande salvação.