Tentar a Deus: como é isso?

Jesus disse isso. Mas o que significa tentar a Deus? Eu poderia ser culpado disso?

Escrito por Heather Crawford
Tentar a Deus: como é isso?

“Disse-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus.’” Mateus 4:7.

“Não tentarás o Senhor teu Deus,” foi a firme resposta de Jesus a Satanás no deserto, quando ele foi tentado a se jogar de um penhasco para que Deus pudesse salvá-lo. Também foi escrito no Antigo Testamento como um dos mandamentos que Moisés deu aos israelitas. Mas o que significa tentar a Deus?

O que significa tentar a Deus?

Cada um de nós nasceu com uma consciência, uma “voz interior”, que atua como um guia para nos dizer o que é certo e errado. Mesmo quando crianças, podemos sentir quando fomos contra essa voz interior.

No entanto, se fizermos propositalmente o que sabemos ser errado e formos contra a nossa consciência, ainda esperando que Deus nos abençoe e nos perdoe continuamente por coisas que sabemos ser erradas, então o estaremos tentando.

Na Antiga Aliança, Deus prometeu abençoar os israelitas se guardassem os mandamentos, mas também prometeu que uma maldição cairia sobre eles se não seguissem as leis que ele lhes deu. (Deuteronômio 30:19.) Os israelitas eram livres para escolher se a bênção ou a maldição viria, e muitas vezes optavam por quebrar as leis, afastando-se de Deus em seu coração. Mesmo assim, eles esperavam ser abençoados com bênçãos terrenas!

É tão fácil ter essa atitude. Eu quero a bênção de Deus sobre minha vida; ter uma boa vida. Mas também quero viver um pouco para mim, fazer as coisas do meu jeito e ceder aos desejos da minha carne. Talvez seja sair com alguns amigos que sei que não são bons para mim, ter medo de falar contra algo que sei que é errado ou ir a lugares onde sei que não deveria. Eu me permito fazer coisas que sei que são erradas. Talvez eu ache que não é tão sério, porque sou bom “na maioria das vezes” e “com certeza Deus quer que eu seja uma pessoa normal e me divirta.” Ou talvez eu chegue ao ponto de pensar “Só vou pedir perdão depois e tudo ficará bem”. Quando tenho essa atitude, estou tentando a Deus porque quero sua bênção e, ainda assim, continuo a pecar voluntariamente.

Esse tipo de atitude é na verdade apenas orgulho e arrogância, o que faz com que Deus resista a mim! Que pensamento horrível, ser resistido por Deus – essa é uma verdadeira maldição! Mas se eu escolher me humilhar e desistir de minhas próprias concupiscências e desejos para que eu esteja fazendo sua vontade ao invés da minha, então ele derramará sua graça sobre mim. Isso é realmente ser abençoado por ele! (Tiago 4: 6; 1 Pedro 5: 5.)

Leia mais aqui: O que é a verdadeira humildade?

Fazendo a escolha certa

Em João 8:12, Jesus diz, “Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida.” Se eu for contra o que sei ser certo, então estou voluntariamente caminhando nas trevas e Deus não pode me abençoar. Na verdade, uma maldição virá sobre mim. Mas se eu realmente amo Jesus e quero agradá-Lo em tudo o que faço, então andarei na luz como Ele andou. Isso significa que, quando tenho uma escolha a fazer, escolho fazer o que sei que é certo, porque não quero desapontá-lo. Custará algo perder minha própria vida – minha própria vontade, desejos, pensamentos, etc. – por Sua causa. Mas quando faço isso, tenho paz em meu coração porque sei que mesmo que ninguém mais veja meu sacrifício, agradeço a Deus e Sua bênção está sobre mim. (Mateus 10:39.)

Está escrito sobre Jesus que ele “amou a justiça e aborreceu a iniquidade,” e é dessa maneira que também foi com Deus. (Hebreus 1: 9.) Seus olhos percorrem toda a terra, procurando aqueles que desejam ser justos mesmo onde ninguém vê, por causa de seu amor por ele. (2 Crônicas 16: 9.)

“Vá e não peques mais”

No deserto, Jesus usou a palavra de Deus para vencer Satanás. Em sua vida aqui na terra, ele também tornou possível para nós: “Vá e não peques mais.” João 8:11.

Quando eu tenho essa mente, que eu realmente quero agradar a Deus em tudo, então ele me dá o Espírito Santo, que vai me fortalecer com entusiasmo para que eu possa vencer o pecado! Por mais que odeie o pecado, Deus nos ama e deseja que experimentemos suas bênçãos sobre nossas vidas. Ele prometeu que quando oferecermos tudo a ele, ele derramará sua bênção sobre nós tanto que não haverá espaço suficiente para recebê-la! (Malaquias 3:10). Essa bênção não é apenas nas coisas terrenas, mas muito mais para a vitória e libertação do pecado, e a promessa é que participaremos das grandes e preciosas promessas que Deus nos deu! (2 Pedro 1: 2-4.)

Leia mais sobre as promessas que Deus nos deu: 25 versículos bíblicos motivacionais sobre as promessas pelas quais podemos esperar

A Bíblia está cheia de promessas para aqueles que guardam os mandamentos de Deus, mas também existem consequências para aqueles que optam por não fazer o que sabem ser certo. Quando ele deu os mandamentos, Deus deu aos israelitas uma escolha e ele também nos dá essa escolha agora.  “te tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe pois a vida, …” Deuteronômio 30:19. Que estejamos acordados para ver as oportunidades que Deus dá e para nos humilharmos diante dele, para que sua bênção esteja sobre nossas vidas!

 

Você pode estar interessado em ler mais em nossa página de tópico vitória sobre o pecado.

Baixar e-book grátis

A graça em Jesus Cristo

Escrito por Sigurd Bratlie

“Quando as pessoas pensam sobre graça, elas geralmente pensam sobre o perdão dos pecados; e como nós todos pecamos, todos nós precisamos de graça.” Sigurd Bratlie inicia este livreto sobre a graça com estas palavras. Contudo, ele continua a descrever detalhadamente que a graça que está em Jesus Cristo quer dizer muito mais que perdão. Ela também quer dizer verdade e ajuda. Ela nos ensina a não pecar, para que possamos ser completamente livres para viver uma vida de vitórias que leva à perfeição.