Suspeitas más e suposições

As más suspeitas são contrárias ao exemplo deixado por Cristo, decorrentes da falta de amor. Mas há uma saída para esses pensamentos destrutivos!

Escrito por Gary Fenn
Suspeitas más e suposições

As suspeitas e suposições do mal sobre as pessoas e questões têm suas raízes na carnalidade de alguém. A pessoa vê e ouve, e então passa o julgamento de acordo com a carne. Frequentemente, alguém tem sido apenas um intrometido nos assuntos de outras pessoas, resultando em muita inquietação desnecessária, primeiro em si mesmo, e depois passando para os outros por meio de conversa fiada. Embora sua cobertura possa parecer uma preocupação, por baixo há um alto grau de altivez.

Mente carnal ou mente espiritual

Jesus disse, “Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça.” João 7:24. Frequentemente, se alguém é questionado sobre a fonte das informações da qual tirou conclusões, elas são vistas como meras suspeitas e proposições nos próprios pensamentos humanos ou de outras pessoas. Sua fonte pode ser um parente ou outras pessoas que podem estar feridas ou ofendidas. Isso é tudo, menos justiça.

Quão contrário isso é o exemplo deixado por Cristo e seus verdadeiros servos. “E deleitar-se-á no temor do Senhor; e não julgará segundo a vista dos seus olhos, nem repreenderá segundo o ouvir dos seus ouvidos…” Isaías 11:3. “E eu estive convosco em fraqueza, e em temor, e em grande tremor.” 1 Coríntios 2:3.

Sirach writes: “Pergunte a um amigo, talvez ele não tenha feito isso; mas se ele fez alguma coisa, para que não o faça mais. Pergunte a um vizinho, talvez ele não tenha falado; mas se o disse, para que não o diga novamente. Questione um amigo, pois muitas vezes é uma calúnia; então não acredite em tudo que você ouve.” Sirácide 19:13-15 RSV. Frequentemente, essa poderia ser a resposta simples: descansar e fortalecer a comunhão, em vez de prejudicá-la. A alternativa é muitas vezes buscar o conselho de sua própria alma e de outros que têm uma mente carnal, a fim de encontrar apoio e simpatia.

As suspeitas do mal vêm da falta de amor

O apóstolo estava confiante de que os irmãos em Roma estavam, “cheios de bondade, cheios de todo o conhecimento, podendo admoestar-vos uns aos outros.” Romanos 15:14. Muitas vezes, talvez, seja a falta de tal bondade e amor para com os outros que permite que essas suspeitas perversas permaneçam em nossos pensamentos e sejam faladas a outros, em vez de irem para o interessado na esperança de trazer ajuda.

“Mas, se tendes amarga inveja, e sentimento faccioso em vosso coração, não vos glorieis, nem mintais contra a verdade. Essa não é a sabedoria que vem do alto, mas é terrena, animal e diabólica. Porque onde há inveja e espírito faccioso aí há perturbação e toda a obra perversa.” Tiago 3:14-16. As coisas facilmente se tornam complicadas e confusas se usarmos a sabedoria que vem de baixo. Você se abre para a fonte do mal e pode rapidamente ser contaminado pelos poderes dos espíritos malignos. Alguém que antes era visto como precioso e amado agora pode ser questionado, julgado e até condenado. Afastou-se da simplicidade de ser fiel a Cristo, dando lugar a algum egoísmo ou inveja.

As palavras saudáveis do evangelho

“Se alguém ensina alguma outra doutrina, e se não conforma com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo, e com a doutrina que é segundo a piedade, É soberbo, e nada sabe, mas delira acerca de questões e contendas de palavras, das quais nascem invejas, porfias, blasfêmias, ruins suspeitas,…” 1 Timóteo 6:3-4.

Vamos nos afastar de toda a nossa tolice humana e nos apegar às palavras saudáveis do evangelho, a fonte de toda salvação, bem-aventurança e comunhão. Vamos, como Jesus ordenou, negar a nós mesmos e tomar nossa cruz diariamente, não julgando para não sermos julgados, sermos pobres de espírito e amar assim como ele também nos amou. Prestemos atenção a nós mesmos e à doutrina, para que possamos salvar a nós mesmos e aos que nos ouvem; e busquemos a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor. (Lucas 9:23; Mateus 7: 1; Mateus 5: 3; João 13:34; 1 Timóteo 4:16; Hebreus 12:14.)

Este artigo foi publicado pela primeira vez com o título “Suspeitas e suposições” no periódico Tesouros Escondidos em outubro de 2017.
© Stiftelsen Skjulte Skatters Forlag 2017 | ActiveChristianity

Você pode estar interessado em ler mais em nossa página de tópicos  “Seja um cristão”, ou nos artigos abaixo.

Baixar e-book grátis

A graça em Jesus Cristo

Escrito por Sigurd Bratlie

“Quando as pessoas pensam sobre graça, elas geralmente pensam sobre o perdão dos pecados; e como nós todos pecamos, todos nós precisamos de graça.” Sigurd Bratlie inicia este livreto sobre a graça com estas palavras. Contudo, ele continua a descrever detalhadamente que a graça que está em Jesus Cristo quer dizer muito mais que perdão. Ela também quer dizer verdade e ajuda. Ela nos ensina a não pecar, para que possamos ser completamente livres para viver uma vida de vitórias que leva à perfeição.