Seja honesto consigo mesmo

Preciso mudar completamente a maneira como eu leio algumas das Escrituras? Já estive lendo isso errado todo esse tempo?

Escrito por Kathryn Albig
Seja honesto consigo mesmo

Lendo 2 Timóteo 3:1-5, Eu posso facilmente me sentir um pouco presunçoso.

“Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos.
Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te!”

“Pessoas desprezíveis”, penso comigo mesmo. “Graças a Deus, eu não sou um deles”.

Mas algo me parece familiar sobre meus pensamentos. Parece-me que soa muito como o fariseu em Lucas 18.

“Ó Deus, graças te dou porque não sou como os demais homens.” Lucas 18:11.

Mas o que Jesus disse sobre o fariseu?

“… porque qualquer que a si mesmo se exalta será humilhado, e qualquer que a si mesmo se humilha será exaltado.” Lucas 18:14.

Em meus pensamentos exaltados sobre mim, felicitando-me por não ser como essas pessoas, sou culpado de algumas das coisas listadas aqui. Estou sendo orgulhoso e arrogante e jactancioso. Eu tenho que reconhecer que é a verdade.

Tenha cuidado de ti mesmo

E se eu mudasse completamente a maneira como eu lia essa passagem? Em vez de lê-lo como sendo sobre algumas outras pessoas, um grupo de óbvios pecadores e hipócritas, por que não considero isso como um aviso do que eu poderia tornar-me se eu não ficar de guarda e ter cuidado? Em outro lugar, Paulo exorta Timóteo a fazer o mesmo.

“Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. Persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem.” 1 Timóteo 4:16.

Justamente essa é a chave. Tenha cuidado e fique de guarda para que você não deixe que essas coisas tão feias se tornem quem você é, porque você é presunçoso e auto-satisfeito em sua avaliação de si mesmo.

Já vi o quão fácil é ser orgulhoso e altivo, sem sequer perceber o que está acontecendo. E as outras coisas listadas lá?

Não está tão perto de mim ser um amante de mim mesmo? Querer proteger meu ego, meus interesses pessoais a todo custo? Não sou, por natureza, amante do dinheiro? Eu sou sempre bom para os outros? Eu sempre sou respeitoso com meus pais? Estou agradecido? Eu realmente amo Deus?

Ou apenas me sento, contente com o conhecimento de que sou cristão, feliz com uma forma de piedade, mas negando seu poder?

A esperança do evangelho

Porque o poder da verdadeira piedade é que todas essas coisas podem ser vencidas. Sim, posso facilmente ser um amante de mim mesmo, mas posso vencer esse egoísmo. Essa é a esperança do evangelho. Essa é a promessa do que pode acontecer na minha vida. O poder da piedade é o poder que conseguimos através do Espírito Santo para vencer todas as tentações de pecar que vêm da minha carne. (Atos 1: 8)

Então eu preciso estar acordado e ter cuidado com essas coisas na minha própria vida. Preciso amar e reconhecer a verdade sobre mim, porque é a verdade que me libertará de toda essa miséria humana. Quando vejo a verdade sobre como eu sou por natureza, então posso vencê-la e me libertar disso. Eu não posso fazer isso se eu não reconhecer que é verdade que eu sou orgulhoso, ingrato e todas essas outras coisas.

“E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” João 8:32.

Os versos em Timóteo são uma fala de cautela de como pode acontecer com aqueles que negam o poder da piedade. Graças à graça de Deus, não tenho que ser uma dessas pessoas.

Baixar e-book grátis

Eu estou crucificado com Cristo

Escrito por Elias Aslaksen

Este livreto é baseado nas palavras de Paulo em Gálatas 2:20: “Eu estou crucificado com Cristo; não vivo mais eu, mas Cristo vive em mim …” Aqui Elias Aslaksen explica o que isto quer dizer e como os leitores podem ter o mesmo testemunho que Paulo em suas próprias vidas.