Ir para o conteúdo

Qual é a vontade de Jesus para você?

Você os vê nas notícias. Pessoas que fazem algo, que para a humanidade – ou pelo menos para parte dela – tem um significado. Mas o que tem contigo? Qual a finalidade com a tua vida?

Você os vê nas notícias. Políticos. Premiados no prêmio Nobel da Paz. Cientistas e ajudantes comunitários. Pessoas como uma missão clara na vida. Pessoas que fazem algo, para a humanidade – ou pelo menos para parte dela – tem um significado. Parece que os mesmos tem, já desde seu nascimento, predestinação a grandes atividades. Mas o que tem contigo? Qual a finalidade da tua vida?

Se você aceitou a Jesus, tem motivo a fazer uma pergunta mais concreta: O que Jesus quer que eu faça com a minha vida? O que ele quer com os anos que eu vivo aqui na terra? A resposta é que você com Jesus como Senhor na tua vida, tem uma vocação e um futuro, o qual não pode ser comparado a nenhum prêmio nobel ou poder desse mundo.

Jesus quer te salvar para o reino dos céus e ter você como irmão!

Jesus tinha uma vontade tão grande de ter irmãos, que se arriscou a perder a glória infinita que ele tinha junto ao pai. Nunca ninguém arriscou mais do que Jesus, para alcançar algo. Se contemplamos esse risco, então é visível, qual a vontade de Jesus para você, a saber, que você deva andar o caminho que ele abriu, para que seu desejo seja cumprido.

Que Jesus «abriu um caminho» pode parecer um tanto quanto confuso, mas existe uma outra explicação fantástica: Jesus foi o primeiro que viveu na Terra sem pecar – mesmo sendo tentado «em tudo como nós, mas sem pecado» (Hebr. 4,15) e ele «em tudo fosse semelhante aos irmãos» Hebr. 2, 17. Com isto ele provou, que o mesmo é possível para nós, seguir a ele em ser vitorioso sobre o pecado.

Um caminho tem um ponto de partida e um alvo. Se você tomou a decisão de seguir a Jesus, você está no começo do caminho. No final do caminho esperam as glórias e riquezas eternas. Se você ergue teus olhos acima da linha de largada, vizualizas os passos de todos os santos que já caminharam neste caminho. As pisadas mais antigas são de Jesus. Aksel J. Smith disse uma vez: «em cada pisada que Jesus deixou está escrito: é possível – é possível!» Jesus venceu todas as suas inclinações pecaminosas, aquelas que estavam nele através da sua natureza, sem jamais ceder. Agora você pode fazer o mesmo na tua vida diária. Situação após situação – passo a passo. Então você será um seguidor de Jesus – um discípulo.

Uma das maiores tarefas de um discípulo

Se somos um seguidor de Jesus, então temos uma grande tarefa e grande responsabilidade. Jesus deu sua ordem para seus discípulos: «Portanto ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado;» (Mateus 28, 19) No último trecho está uma atividade importante do chamado de missão: Você deve ensinar a eles, a guardarem tudo que Jesus tem ordenado. Como você pode fazer isso, sem antes ter vivido assim? Ele não se refere aqui ao fato da necessidade do descípulo de construir seminários e proferir falas profundas – não, muito mais os discípulos devem guardar o que foi ensinado e através disso ser um bom mensageiro para Jesus.  Isso Pedro quis dizer quando escreveu: «Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz;» (1. Pedro 2,9)

Imagine só: Agora você pode deixar tuas pisadas nesse caminho, de volta á Deus. Talvez existem alguns na tua região, que podem encontrar felicidade eterna em Jesus, porque justamente você foi um bom mensageiro para ele? Você pode desejar uma tarefa de vida maior do que esta?

Ensinamentos-chave

Descubra como a Palavra de Deus nos desafia e motiva a viver 100% de acordo com a Sua vontade, assim que não precisamos mais cair em pecado, mas que podemos chegar a uma vida de vitória.

Baixar e-book grátis

Eu estou crucificado com Cristo

Este livreto é baseado nas palavras de Paulo em Gálatas 2:20: “Eu estou crucificado com Cristo; não vivo mais eu, mas Cristo vive em mim …” Aqui Elias Aslaksen explica o que isto quer dizer e como os leitores podem ter o mesmo testemunho que Paulo em suas próprias vidas.

Siga-nos