Ir para o conteúdo

Por que eu não preciso ficar preocupado com meus filhos

Como pai, não posso ficar com meus filhos e vigiá-los a cada minuto. Mas há alguém que pode!

Um novo ano escolar começou e o meu filho mais novo começou o Pré-escolar. Todos os meus filhos estão fora de casa durante o dia agora, e muitos sentimentos mistos e perguntas surgem. Como será o novo ano escolar para os meninos? Eles poderão fazer amigos? Se assim for, eles serão bons? Como eles vão ficar longe de más influências?

Mesmo que seja natural que esses pensamentos surjam, isso não significa que preciso deixá-los me encher de preocupação. A Palavra de Deus diz exatamente o oposto!

Em Jeremias 29:11 está escrito, “Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais.”

Que palavras reconfortantes e esperançosas! Há um futuro e uma esperança e provisão para eles!

Então, quando esses pensamentos preocupantes surgem, o que posso fazer para detê-los? Eu posso orar por meus filhos, porque eu experimentei este verso sendo verdade: “Eu te invoquei, ó Deus, pois me queres ouvir.” Salmos 17:6. E quando eu oro, eu não oro “Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal.” (João 17:15) Portanto, sei que, mesmo que não possa estar em todos os lugares que meus filhos estão, Deus estará com eles para guiá-los nos passos que tomarem. Que conforto e descanso isso me dá!

Eu preciso ser um discípulo

Em Tiago 5:16 está escrito, “A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos.” Como posso ser justo aos olhos de Deus para que minhas orações sejam ouvidas e respondidas? Vivendo como um discípulo. Isto é, negando-me e tomando minha cruz diariamente. (Lucas 9:23) Em outras palavras, sigo os passos de Jesus e trabalho em abandonar minha vontade e abençoar os outros.

Eu posso abençoar meus filhos sendo um bom exemplo para eles em casa, na maneira como eu tomo as coisas, ou na maneira como respondo e reajo a uma situação. Eu posso abençoar os meninos passando tempo com eles, certificando-se de que eles se sintam amados e cuidados. Por exemplo, eu tenho um ouvido para eles quando eles chegam da escola e querem me contar sobre suas experiências durante o dia? Estou disposto a sacrificar o “meu” tempo para focar neles? Eu os ensino sobre a Palavra de Deus, leio a Bíblia juntos e oro com eles? Há muitas maneiras e oportunidades para abençoá-los, eu só preciso estar alerta e usar as chances que eu tenho!

Eu posso viver minha vida de tal maneira que eles experimentem um lar bom e seguro. Eles podem ver que a Palavra de Deus é viva, porque eles podem ver isso em mim. É isso que os levará a querer viver a mesma vida por si mesmos. Alguém disse uma vez, “se os pais são discípulos de todo o coração, torna-se natural para as crianças seguirem depois deles.” Essas palavras me deram muita esperança para mim e para as crianças! Sim, meus filhos terão que viver neste mundo; mas eles podem viver aqui sem serem afetados e influenciados por ela. Eles podem ser uma luz que irradia o que é bom e puro!

“e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé.” (1 João 5:4)

Portanto, não há necessidade de se preocupar com meus filhos, o futuro deles é esperançoso e brilhante!

Ensinamentos-chave

Descubra como a Palavra de Deus nos desafia e motiva a viver 100% de acordo com a Sua vontade, assim que não precisamos mais cair em pecado, mas que podemos chegar a uma vida de vitória.

Baixar e-book grátis

Eu estou crucificado com Cristo

Este livreto é baseado nas palavras de Paulo em Gálatas 2:20: “Eu estou crucificado com Cristo; não vivo mais eu, mas Cristo vive em mim …” Aqui Elias Aslaksen explica o que isto quer dizer e como os leitores podem ter o mesmo testemunho que Paulo em suas próprias vidas.

Siga-nos