Ir para o conteúdo

Por que Deus aceitou o problema de me criar?

Deus criou cada um de nós individualmente e intencionalmente. Precisamos entender Seu propósito para a vida que Ele nos deu.
Why did God create me?

Talvez uma das passagens mais bonitas e que afirmem a vida na Bíblia são as palavras de Davi no Salmo 139. “Os meus ossos não estavam escondidos, quando eu fui feito em segredo e habilmente forjado nas partes mais baixas da terra. Seus olhos viram meu corpo ainda não formado. E em Seu livro todas estas coisas estão escritas, as quais iam sendo dia a dia formadas, quando ainda não havia nenhuma delas. ” Salmos 139: 15-16.

Paulo também escreveu em Efésios 1: 4: “Assim como ele nos escolheu nele antes da fundação do mundo, para que sejamos santos e sem culpa diante dele, no amor.”

Deus, cuidadosamente e individualmente, fez cada um de nós “maravilhosamente e admiravelmente”. (Salmo 139: 14) Então, se Ele pensou em nós e criou cada um de nós tão intencionalmente, precisamos entender Seu propósito para as vidas que Ele nos deu.

Um corpo me preparaste

Jesus estava com o pai, o mestre artesão, quando ele marcou os alicerces da terra. Ele se alegrou em todo o seu mundo habitado, mas o deleite foi com os filhos dos homens. (Provérbios 8: 22-31) Então, quando o tempo estava certo, Jesus recebeu um corpo na terra, como o Filho do Homem. Nesse corpo, toda a vontade de Deus seria feita, e nenhuma vontade do corpo.

“ …um corpo me preparaste … para fazer Sua vontade, ó Deus.” Hebreus 10: 5-7

Quando Ele completou esse trabalho e abriu um caminho para que os filhos dos homens pudessem segui-lo nele, Ele encomendou Seu Espírito de volta ao Seu Pai, não contaminado por Sua natureza humana e pelo pecado, mas com a plenitude completa da natureza divina. O Espírito Santo foi então enviado para a Terra, para nos guiar nos passos do Mestre, para que possamos chegar à mesma plenitude. (Atos 1: 1-4; 2 Pedro 1: 2-4)

Deus, o Pai dos espíritos (Hebreus 12: 9), que nos conheceu antes da fundação do mundo, nos deu um corpo como Ele fez Jesus. Seu propósito é que devemos seguir os passos de Jesus, para que a vontade de Deus seja feita na terra como no céu. (Mateus 6:10) “Sempre carregando no corpo a morte do Senhor Jesus, para que a vida de Jesus também se manifeste em nosso corpo mortal”. 2 Coríntios 4:10. Deste modo, nossos espíritos são testados e provados como o ouro experimentado no fogo, para que eles sejam dignos da vida eterna. (1 Pedro 1: 6-7)

Um plano perfeito para nossas vidas

Deus preparou obras específicas para cada um de nós, para caminhar nelas. (Efésios 2:10, Filipenses 2: 12-14) Ele organizou especialmente um plano para nossas vidas da maneira mais perfeita para superar o pecado em nossa própria carne , e para que nossos espíritos, para os quais Deus é zeloso, possam retornar a Ele cheios das virtudes de Cristo; natureza divina. De modo que uma entrada nos seja fornecida, amplamente, de volta ao Reino eterno. (2 Pedro 1: 2-11)

Nestes corpos, também temos uma natureza humana, que tem uma vontade própria que está em conflito com a vontade de Deus. Portanto, nosso espírito tem que lutar uma batalha contra as concupiscencias e os desejos da carne. As coisas que acontecem em torno de nós têm um efeito sobre nós, e somos tentados. Os pensamentos que não são de Deus, e que nos afastarão da nossa conexão com Ele, tentam entrar. (Tiago 1: 14-15) Precisamos sofrer em nossa carne, crucificar essa natureza humana e cessar do pecado, apenas como fez Jesus, “que não cometeu pecado, nem o engano foi encontrado na sua boca” (1 Pedro 2: 21-22; 1 Pedro 4: 1-2)

Deus quer compartilhar a própria natureza com a gente, e a da natureza humana para a natureza divina é o propósito de nosso tempo relativamente curto na Terra. (2 Pedro 1: 2-4) Se devemos ser apresentados “santos, irrepreensíveis e sem manchas diante dele”, totalmente santificados, então precisamos trabalhar na nossa salvação com temor e tremor. (Colossenses 1: 21-22, Filipenses 2:12)

Não há tempo para dar voltas, desperdiçando nosso tempo em fazer nossa própria vontade. Estamos aqui para fazer a vontade de Deus, e para fazer isso precisamos ser extremamente humildes, reconhecer nossas fraquezas como seres humanos, e ir ao trono da graça, onde obtemos a ajuda que precisamos para vencer o pecado, como Deus quis e prometeu . (Hebreus 4:16) O Espírito Santo que conduziu Jesus através da Sua carne também nos conduzirá através da nossa carne.

O desejo de Deus para nós

Nós fomos conhecidos e predestinados para ser conforme a imagem de Jesus. (Romanos 8: 29-30) O desejo de Deus para nós é que ganhamos a natureza divina, que é a vida eterna. Devemos vencer todo pecado e, nesse processo, construir o corpo de Cristo, a igreja, que será para a Sua glória, tanto na Terra como por toda a eternidade. Esta é a própria razão pela qual Ele nos formou tão cuidadosamente e maravilhosamente.

É por isso que Paulo nos exorta a “andar digno do chamado com o qual fostes chamados, com toda humildade e mansidão, com paciência, amando, esforçando-se para manter a unidade do Espírito no vínculo da paz”. Efésios 4: 1-6. Dessa forma, firmamos nossa eterna eleição e vocação. (2 Pedro 1: 10-11)

Ensinamentos-chave

Descubra como a Palavra de Deus nos desafia e motiva a viver 100% de acordo com a Sua vontade, assim que não precisamos mais cair em pecado, mas que podemos chegar a uma vida de vitória.

Baixar e-book grátis

Eu estou crucificado com Cristo

Este livreto é baseado nas palavras de Paulo em Gálatas 2:20: “Eu estou crucificado com Cristo; não vivo mais eu, mas Cristo vive em mim …” Aqui Elias Aslaksen explica o que isto quer dizer e como os leitores podem ter o mesmo testemunho que Paulo em suas próprias vidas.

Siga-nos