Ir para o conteúdo

Pergunto-me, o que vai ser desse homem?

Ele é um dos quais todos quiseram ser firme. Peça-lhe para também renunciar.

“Tire uns dias de folga e fale com seus pais sobre isso”, é a resposta que recebe. Porém, Aslaksen já tinha tomado sua decisão. Seu propósito era servir a Jesus verdadeiramente. Uma determinação muito simples para ele, mas totalmente incompreendida por sua família e amigos. Ele é um dos quais todos quiseram ser firme. Peça-lhe para também renunciar.

Elías Aslaksen era uns dos que tinham a cabeça mais baixa  que seus companheiros, no entanto tem a cabeça mais elevada em todas as disciplinas.Tem o poder da palavra, ele pode deixar as pessoas cativadas ao falar com elas- E ele o faz muito bem.

Nasceu numa família acomodada, viajante e religiosa de classe média alta em Kristiania  (hoje Oslo) em 1888. Era um aluno de destaque na escola naval, com boas qualificações em todas as disciplinas. Porém,em dezembro de 1910, apresentou a sua renuncia ao Rei..

“Tire uns dias de folga e fale com seus pais sobre isso”, é a resposta que recebe. Porém, Aslaksen já tinha tomado sua decisão. Seu propósito era servir a Jesus verdadeiramente. Uma determinação muito simples para ele, mas totalmente incompreendida por sua família e amigos.

Ponto decisivo

Em 1908, Johan Oscar Smith conheceu a bordo do navio naval “Sleipner”. O encontro com a vida deste homem muda completamente Aslaksen, e durante os anos seguintes visitou regularmente a casa de Smith em Horten, onde ouvia Smith com grande interesse. Aslaksen mantevesse seguro das revelações e compreensão que Smith havia recebido, e ele recebe mais luz sobre Jesus para este novo e vivo caminho que ele nos preparo (Hebreus 10: 19-20). Este encontro foi o início de uma sociedade de aprendizagem ao longo da vida entre os dois.

Aslaksen como cadete.

Johan Oscar Smith também se surpreende. Tinha conhecido muitas pessoas, mas existem poucos como Aslaksen. Vi nele um homem justo e correto, que nunca descuidava de suas obrigações.

 “Ele pede a Deus que atue rapidamente nele, que possa padecer em Cristo,e que conceda-lhe padecer no nome de Cristo. É um homem realmente curioso.Ele mesmo disse que no último tempo avançou muito, e é verdade. Tem recebido um espírito radical, de percepção e oração. Me pergunto: O que vai ser desse homem?

Missionário na china?

Aslaksen sentiu algo pelo trabalho de missionário, e no dia 3 de abril de 1911 viaja a Londres para começar sua formação de missionário. Seu objetivo era ser missionário no estado de Tsjili no norte da China quando estivesse graduado. Enquanto vivia em Londres mantém contato através de cartas com Johan Oscar Smith. Em carta datada de 19 de maio de 1911 Smith escreve: ” Não deixes nenhum professor de teologia roubar-lhe a simplicidade que há em Cristo … a humildade de Deus é mais forte que o poder dos homens.”

Aslaksen en su sala de estar. Nunca viajó a misionar a China

«A simplicidade em Cristo». Aslaksen medita sobre isso. Ele compara o ensinamento de Smith com as dos professores de sua escola. Finalmente deixa a sua escola de missionário, volta para Noruega e se instala em Homer, que viveu até o dia de sua morte, com uma fé inquebrável na palavra de Deus e a simplicidade em Cristo.

Porém Aslaksen não permanece inativo como missionário. Prega o evangelho com grande Zelo, tanto a nível local como em toda Noruega e em muitos lugares da Europa.

«Sou  Elías Aslaksen da Noruega, e sou um homem feliz, um homem imensamente feliz.» Assim simples e franco se apresenta Aslaksen em 1956 quando visitou Leonberg na Alemanha. Baixou do púlpito, e baixou mais próximo a  congregação. Suas fortes palavras e simples,causam uma profunda impressão na maioria das pessoas que estavam ali naquele dia.

«Uma humildade excepcional»

Aslaksen era un entusiasta jugador de ajedrez

Kåre J. Smith, o atual líder da igreja, lembra  de Aslaksen no seu livro “Pastor e Profeta” assim:

«“Ele foi excepcionalmente humilde e foi até o mais baixo para poder contemplar a obra que seu Senhor e mestre queria fazer em sua vida, e para contemplar a obra que Deus encomendou pra ele……Ele foi um servo da palavra  de primeira categoria.»

Kåre J. Smith escreve sobre ele como uma pessoa sincera, fervente e zelosa, que buscava a verdade e o núcleo da verdade em todos aqueles pontos que a Bíblia o instrui.

Aslaksen le gustaba comparar el proceso de la salvación con el deporte, a él le gustaba, entre otros deportes, jugar dardos.

«Ele pregou a fé no meu coração. Eu nasci de novo durante uma pregação, e recebi poder em minha vida, o qual desde então está comigo.»

Aslaksen na frente em uma reunião.  Ele quer ensinar a congregação o que significa crer. Crer ao ponto de mover montanhas. Ele disse:

«Tinha uma mulher que quería mover montanhas, que estava em sua propriedade. Ela queria que o terreno fosse plano. Então disse: “Montanha, mova-te e jogue ao mar!”“Eu creio, eu creio, eu creio” disse a mulher. Chegou a noite e adormeceu rapidamente:”eu creio,eu creio, eu creio.” Pela manhã estava muito curiosa quando acordou. Isso Lhes diz algo? Se ela creía, porque estava tão curiosa? Então olhou pela janela e viu que a montanha continuava ali.«Por suposto, era justamente o creía” disse ela

Aslaksen como lider

Em 1943 Johan Oscar Smith foi na casa com com o senhor, e com ele uma vida de comunhão cativante, e um permanente trabalho em equipe, ao menos aqui na terra. Nunca teve nem uma mínima greta entre o amor de Aslaksen y Smith. Ambos usaram a espada da verdade, porém nunca teve discórdia entre eles.

Aslaksen toma a liderança da igreja desde então, Porém no seu aniversário de 65 anos disse umas palavras no seu discurso que ninguém esperava de um homem que tem a posição mais alta na igreja, da igreja no mundo:

Eu era intrável, era um caso perdido …

 

«Eu era intratável, era um caso perdido e não tinha nem uma esperança para comigo.Então pareceu bem a Deus cuidar desse pobre homem, não tinha nem uma alma mais miserável que a minha sobre a terra. Obrigado por me eleger para mostrar sua grandeza, teu poder e bondade. E, não te deixou agradecer? Que não tem recebido? Louvado seja Deus desde o alto, louvado seja Deus na igreja de Deus vivo.»

Não é que Aslaksen era alguém especial foi Deus quem fez tal obra no seu interior. O próprio Aslaksen pensava isso sobre ele, e foi o evangelho que escutou de Smith, quem o guiou nisso. Esse evangelho foi ele quem resgatou e guardou seu único interesse. Por isso fez com grande alegria como pode, para poder contar aos demais sobre a fantástica verdade que tinha sido revelada a ele. Foi certo quando ele disse: «Servimos, não porque nós vamos ser algo, e sim para que os demais possam ser algo.»

A comienzos del año 1930. Al frente a la derecha se puede ver a J. O. Smith y su hijo Aksel J. Elías Aslaksen tiene un pañuelo en la cabeza

 

«Fé na Palavra de Vida….

… é o poder maior que possa existir no universo.»Na ultima conferencia de ano novo em Brunstad, a qual assistiu Aslaksen de 87 anos preocupou-se que essas palavras foram penduradas com letras grandes em um cartaz, para que todos os irmãos pudessem ler. Logo falou de ter em segredo a fé e um consciência pura.
Primeiramente tem que ter fé que a palavra é verdade e boa em todos os sentidos, logo uma fé pessoal que cada um pode viver.

No fim de janeiro do ano de 1976 a sua saúde começou a decair, deixou de viajar e assistir as reuniões em a pesar do seu zelo sempre aumentando. Finalmente no dia 10 de maio de 1976 ele foi chamado a casa do senhor, aos 88 anos. Morreu em sua casa de forma tranquila, como uma vela que se apaga.

800 perssoas disseram adeus no funeral dele, o mais grande até então. 1700 se reuniram em Brunstad na reunião de memória no dia seguinte.

Todos queriam ser como ele,mas somente um recebe o “sim!” de seu coração.E agora está em casa junto dele.

Ensinamentos-chave

Descubra como a Palavra de Deus nos desafia e motiva a viver 100% de acordo com a Sua vontade, assim que não precisamos mais cair em pecado, mas que podemos chegar a uma vida de vitória.

Baixar e-book grátis

Eu estou crucificado com Cristo

Este livreto é baseado nas palavras de Paulo em Gálatas 2:20: “Eu estou crucificado com Cristo; não vivo mais eu, mas Cristo vive em mim …” Aqui Elias Aslaksen explica o que isto quer dizer e como os leitores podem ter o mesmo testemunho que Paulo em suas próprias vidas.

Siga-nos