Este site usa cookies para reconhecer visitas repetidas e preferências, para fornecer recursos de mídia social e para analisar o tráfego. Ao clicar em “Aceito” ou ao usar nosso site, você concorda com o uso de cookies e com nossos Termos de Uso.
O que significa viver diante do rosto de Deus

O que significa viver diante do rosto de Deus

A Bíblia fala sobre viver diante de Deus. Mas o que isso significa na prática?

4 minutos ·

“Portanto, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus. Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra; Porque já estais mortos, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus.” Colossenses 3:1-3.

É essa vida oculta diante do rosto de Deus que produz alguma coisa de valor nesta vida e pela eternidade. No entanto, a sociedade nos ensina desde a infância a agradar as pessoas, a ganhar o favor, a impressionar as pessoas e a subir para se tornar alguém grande aos olhos das pessoas. Esse é o espírito dos tempos em que vivemos. Jesus disse que o que é altamente estimado entre os homens é uma abominação aos olhos de Deus. (Lucas 6:15) Isso gera muito estresse, ansiedade e inquietação. Não é uma vida fácil de viver. Isso pode se transferir para nossa vida cristã.

Não queira agradar as pessoas

As pessoas podem usar seus talentos naturais para agradar as pessoas e tornarem-se fortes em si mesmas, fazendo um nome para si mesmas. Os dons e talentos naturais que Deus dá devem ser usados para servi-Lo e, desse modo, também servir aos outros, humildemente diante de Sua face e por Sua causa. A autopromoção e o agradar às pessoas para “se dar bem” com as pessoas não levam a uma bênção. Jesus exortou os discípulos a deixarem seu “sim” ser “sim” e seu “não” ser “não”. (Mateus 5:37) Quando vivemos diante do rosto de Deus, não precisamos nos explicar ou justificar a ninguém. Nós simplesmente entregamos tudo a Deus que julga justamente, como Jesus fez. (1 Pedro 2:23)

Jesus disse, “Guardai-vos de fazer a vossa esmola diante dos homens, para serdes vistos por eles.” Mateus 6:1. Se você fizer isso, você já teve sua recompensa: honra terrena. Você se sente ofendido porque não conseguiu a honra que achava que deveria ter? Você está incomodado porque seu nome não é mencionado ou você não é agradecido? Se essas coisas se tornarem um problema, você estará vivendo diante das pessoas e não diante da face de Deus.

Há uma tendência em nossa natureza de querer nos comparar com os outros. Paulo escreveu aos coríntios para não se classificarem, medindo-se e comparando-se entre si, porque não era sábio. (2 Coríntios 10:12) Não leva à comunhão e à união. Por que não viver diante do rosto de Deus e comparar-nos com a Palavra de Deus como um espelho e ser um praticante da Palavra? (Tiago 1: 21-25) Paulo exortou Timóteo a ter cuidado de si mesmo e da doutrina e salvaria a si mesmo e àqueles que o ouviam. (1 Timóteo 4:16)

Jesus repreendeu os escribas e fariseus em João 5:44. “Como podeis vós crer, recebendo honra uns dos outros, e não buscando a honra que vem só de Deus?” Somos chamados a obedecer a uma palavra de Deus, que resulta em vida e bênção. Isso não é possível se procurarmos agradar às pessoas. Sem isso é impossível agradar a Deus. Deus é um recompensador daqueles que o buscam diligentemente. (Hebreus 11:16)

O espírito da verdade

Se você quer apenas agradar a Deus, então desista de todo o esforço que vem junto com a tentativa de agradar as pessoas e deixe o Espírito da Verdade ensiná-lo a viver diante da face de Deus. Paulo chegou ao reconhecimento de que não havia nada de bom em sua carne e quando desejou fazer o bem, descobriu que o mal estava presente. (Romanos 7: 18-24) Se deixarmos que o Espírito da verdade analise o que fazemos e dizemos, veremos que há muitas maneiras pelas quais vivemos diante das pessoas e não diante de Deus. Então, podemos amar a verdade que conseguimos ver, nos humilhar e nos libertar para que possamos viver diante do rosto de Deus.

Davi escreveu no Salmo 131: 1, “SENHOR, o meu coração não se elevou nem os meus olhos se levantaram; não me exercito em grandes matérias, nem em coisas muito elevadas para mim.” Ele aquietou sua alma. Pensa ser livre de ser um intrometido nos assuntos de outras pessoas e o sofrimento que está associado a isso. Jesus nos oferece uma vida de paz e contentamento dentro das fronteiras que Ele estabeleceu para nós, nossa medida de fé.

Tudo se resume a me humilhar diante do rosto de Deus, amar a verdade e viver em auto-reconhecimento. Crescemos nas virtudes de Cristo e nosso serviço aos outros torna-se mais puro e somos capazes de ajudar as pessoas no caminho certo. Você se tornará feliz e abençoado em seus atos.

esta postagem está disponível em

Escritura retirada da New King James Version®, a menos que especificado de outra forma. Copyright © 1982 por Thomas Nelson. Usado com permissão. Todos os direitos reservados.