Ir para o conteúdo

O que Jesus quis dizer quando disse: “Eu vim fazer Sua vontade, ó Deus?”

As palavras de Jesus foram a base de toda a sua obra de salvação! O que Ele fez, e como isso nos afeta?
I have come to do Your will, O God! In the volume of the book it is written of Me ...

4000 anos depois de ter sido profetizado que Ele viria, Jesus nasceu da semente de Davi, cheio de fé e espírito de vitoria, para esmagar a cabeça de Seu arqui-inimigo, Satanás. (Gênesis 3:15) O período mais importante da história humana começou quando Ele entrou no mundo e disse: “Então disse: Eis aqui venho(No princípio do livro está escrito de mim),Para fazer, ó Deus, a tua vontade.”. Hebreus 10: 7

A vontade de Deus era clara. Não era nada menos que o esmagamento total do poder de Satanás sobre o homem. Para este propósito, Deus criou um corpo para Jesus, que era da semente de Davi segundo a carne.

Ele não foi o primeiro com esse corpo. Ao longo de 42 gerações, Deus usou corpos dessa semente para se revelar na história de Israel; mas Satanás também teve a oportunidade de continuar seu trabalho nesses mesmos corpos durante 42 gerações. Basta pensar em Solomão. Ele construiu um templo para Deus, de acordo com os planos que Deus deu a Davi através de um entendimento escrito, por sua mão sobre ele. (1 Crônicas 28:19) No entanto, apesar da abundante sabedoria e conhecimento que Deus deu a Salomão, Satanás usou muitas mulheres para conquistá-lo.

Jesus também recebeu um plano da mão de Deus no volume do livro. Ele recebeu o plano para uma nova criação, um novo templo sagrado que Ele deve construir – não fora do Seu corpo como Salomão, mas dentro de Seu corpo terrestre. Tal corpo tinha sido o campo de atividade e domínio de Satanás durante 42 gerações. (Mateus 1:17) Agora, no entanto, Jesus deveria vencer completamente o poder de Satanás, liderado pelo Espírito Santo. O resultado seria o corpo de Cristo, com Cristo em total controle e sujeito às leis de Deus em todas as coisas – um corpo no qual Satanás seria aniquilado para sempre. Este trabalho foi extremamente bom.

Jesus começou este trabalho com estas palavras simples: “Eis que eu venho fazer a tua vontade, ó Deus“. Então Deus concentrou todo o seu bom prazer em Seu amado Filho. Todo o ouro, prata, cobre, roupas especiais – sim, todos os costumes externos, humanos, impressionantes e belos exteriores desapareceram, e gradualmente toda arrogância humana e religiosidade legal e formal foram erradicadas. (Isaías 53: 2) Também o antigo sacerdócio e o altar com os sacrifícios desapareceram. No entanto, no homem oculto do coração de Jesus surgiu um novo ministério de sacrifício e um novo sacerdócio.

Tudo foi movido de fora do corpo para dentro do corpo de Jesus. O próprio Jesus se tornou o sacerdote, que trouxe os sacrifícios que Deus lhe mostrou. Quando Deus condenou um pecado na carne de Jesus, Jesus respondeu com o que Paulo chama de “morte do Senhor Jesus”. (2 Coríntios 4:10) Jesus executou a sentença de morte sobre o pecado que foi condenado. Esta morte acabou com as paixões e os desejos, o pecado na carne – algo que antes era impossível. (Hebreus 10: 4) A cruz que Jesus aguentava cada dia tornou-se o altar sobre o qual o sangue de Sua vida própria fluía constantemente.

É assim que Jesus construiu silenciosamente o novo templo para uma habitação de Deus – pedra por pedra; Ninguém viu, e ninguém ouviu isso. (Efésios 2:22) Ao ser obediente aos mandamentos de Deus, Jesus manteve comunhão com Deus. A Palavra tornou-se carne e a luz foi revelada. Tudo isso aconteceu com essas palavras simples que Jesus falou no começo: “Eis que eu venho fazer a tua vontade, ó Deus“. Apenas pense que temos um precursor! Na manhã da ressurreição, foi revelado que todos os sofrimentos que acompanhavam esta obra não eram dignos de ser comparados com a glória que Deus revelou nele. (Romanos 8:18)

No volume do livro não é apenas escrito de Jesus, mas também de nós. Nós também temos uma escrita por Sua mão com um plano, ou uma imagem, do Filho. Deus seja louvado de que o Espírito possa tornar essa imagem tão viva para nós que o amamos e de bom grado seguimos um conquistador com grande prazer.

Este artigo foi traduzido do norueguês, e foi publicado pela primeira vez no periódico “Skjulte Skatter” (“Tesouros escondidos”) de BCC, em fevereiro de 2003, com o título: “Eis que vim, ó Deus!”

© Copyright Stiftelsen Skjulte Skatters Forlag

Ensinamentos-chave

Descubra como a Palavra de Deus nos desafia e motiva a viver 100% de acordo com a Sua vontade, assim que não precisamos mais cair em pecado, mas que podemos chegar a uma vida de vitória.

Baixar e-book grátis

Uma tão grande salvação

O apóstolo que escreveu o livro aos Hebreus o chama de “uma palavra de exortação”. O objetivo deste livreto é amplificar e expandir sobre esta exortação, trazendo fé e salvação a todos aqueles que têm um chamado celestial. Todos aqueles que seguem à exortação do livro aos Hebreus podem alcançar esta grande salvação.

Siga-nos