Não há tempo para ouvir o acusador

Eu me acostumei a concordar com suas mentiras desencorajadoras, até que Deus me mostrou o que precisava mudar em minha vida.

Escrito por Heidi Baardsen
Não há tempo para ouvir o acusador

“Você é uma mãe egoísta. Você não é uma esposa amorosa. Você luta contra as mesmas coisas há anos. Você deveria ter feito muito mais progresso agora. Você sempre foi assim e sempre será. ”

Muitas vezes, eram os mesmos tipos de situações que desencadeavam essas conversas internas. Eu queria fazer o bem e seguir a Jesus, mas ainda me irritava com meus filhos, dizia coisas duras ao meu marido ou me importava muito com o que as outras pessoas pensavam de mim. Assim que essas coisas aconteceram, imediatamente senti essas acusações por dentro. Fiquei atormentada por sentimentos de culpa e desânimo de que nunca haveria uma mudança real em mim. De fato, embora eu tenha medo, me acostumei a ouvir e concordar com esses pensamentos. Eu me senti paralisada e fraca, e parecia que Deus estava longe.

Eu sabia que essas acusações não eram de Deus, porque não traziam paz ou pensamentos de futuro e esperança. (Jeremias 29:11) Eu sabia que, na verdade, esses pensamentos vinham de Satanás, que a Bíblia descreve como um “acusador”. (Apocalipse 12:10.) E também sabia que a intenção de Satanás era roubar minha paz e alegria, porque ele é um ladrão e um destruidor, que quer destruir a minha fé. Mas eu ainda me sentia impotente para fazer algo a respeito, porque achava que tudo era verdade. “Eu sei”, pensei. “Isso é tudo verdade. Eu não posso. Eu simplesmente não posso ser boa.”

Eu sabia que havia poder na Palavra de Deus e na oração, mas quando o acusador sussurrou em meu ouvido, fiquei atada e parecia que não ajudou em orar. Na agitação da vida, eu não priorizei ler a Palavra de Deus ou orar muito. Então, quando Satanás veio com suas acusações, eu não tinha nada com que lutar. Eu me deixei afundar em meus pensamentos e sentimentos até me sentir tão deprimida e desanimada que queria rastejar sob uma pedra e nunca mais sair.

As coisas tornam-se claras

A certa altura, durante um desses tempos difíceis, decidi procurar todos os versículos que encontrasse sobre ter Deus perto e obter forças e ajuda dele. Quanto mais eu leio, mais claro fica para mim que existem condições e requisitos para receber o poder de Deus e tê-lo por perto. Por exemplo, 2 Crônicas 16: 9: “Porque, quanto ao Senhor, seus olhos passam por toda a terra, para mostrar-se forte para com aqueles cujo coração é perfeito para com ele; …” E Tiago 4:7: Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós…”

Eu tive que me perguntar: meu coração é leal a Deus quando escolho ouvir o acusador? Eu me submeti a Deus e me aproximei dele com um coração purificado quando mergulhei em pensamentos deprimentes sobre como foi no passado? Nem perto disso. As condições para receber sua força e ajuda foram esclarecidas para mim. Meu coração não era leal a Deus. Eu estava confiando em meus próprios sentimentos e raciocínios, em vez de crer plenamente nele e em suas promessas. Em vez de gastar meu tempo e pensamentos buscando sua vontade e descobrindo o que é agradável a ele, eu a gastei conversando com o acusador. Eu precisava lutar para manter meus pensamentos e coração puros para Deus, a fim de receber seu poder para que o acusador perdesse seu domínio sobre mim.

Eu tinha que ser ativa

Até então, eu tinha inventado desculpas por não ter tempo suficiente, mas tomei a decisão de passar quaisquer momentos livres que tivesse na agitação da vida cotidiana para ler a Palavra de Deus e orar. Descobri que, quando estou buscando ativamente a vontade dele para mim no que digo e faço, comunicando-me com Jesus como meu amigo e mediador e orando pelos outros, torna-se um tipo diferente de batalha. Quando tenho a Palavra de Deus em meus pensamentos e estou cheio do Espírito, fico mais despertada com as tentações e sou capaz de lutar contra coisas como impaciência, busca de honra etc., antes que elas saiam do meu corpo. A Palavra de Deus é a arma que vence essas tentações. E se eu não tenho a Palavra de Deus, é claro que não posso vencer.

Não estou mais na defesa, me sentindo paralisada e desamparada quando vejo meu pecado. Percebi que não tenho mais tempo ou espaço em meus pensamentos para as acusações de Satanás, e ele raramente vem com elas. Ele foi exposto como um mentiroso. Sim, tenho uma carne na qual nada de bom habita, como lemos em Romanos. E sou tentada e posso até ter caído, mas os pensamentos de Deus para mim são de futuro e de esperança. Não preciso ficar desanimada e sem esperança, porque posso me arrepender e voltar, orar e crer que terei sucesso na próxima vez. Se eu me preparei me aproximando de Deus e me enchendo de sua Palavra para ter algo com que lutar, então estou garantindo que vencerei da próxima vez!

Eu sei que estou desesperadamente dependente de permanecer na ofensiva. Eu preciso gastar meu tempo certo, especialmente em meus pensamentos, buscando a vontade de Deus, observando e orando e lutando ativamente. Quando surgem situações e o Espírito me mostra mais “eu, eu e eu”, posso me aproximar dele obedecendo à sua palavra, mantendo meu coração puro e totalmente para ele. Ao fazer isso, estou sempre cumprindo o requisito de receber força e ajuda de Deus para vencer o acusador.

 

Você pode estar interessado em ler mais sobre o acusador e como vencê-lo nos seguintes artigos:

 

Baixar e-book grátis

Uma tão grande salvação

Escrito por Sigurd Bratlie

O apóstolo que escreveu o livro aos Hebreus o chama de “uma palavra de exortação”. O objetivo deste livreto é amplificar e expandir sobre esta exortação, trazendo fé e salvação a todos aqueles que têm um chamado celestial. Todos aqueles que seguem à exortação do livro aos Hebreus podem alcançar esta grande salvação.