Meu amado, meu noivo, meu amigo

Você conhece Jesus assim?

Escrito por Martha Evangelisti
Meu amado, meu noivo, meu amigo

“Aquele que tem a esposa é o esposo…” João 3:29.

Pode parecer um conceito estranho, que Jesus é meu noivo. Mas é simplesmente uma maneira de ilustrar um relacionamento próximo e significativo com ele. Um relacionamento construído na fé em Jesus. Um relacionamento que se aprofunda ao seguir Seu exemplo de obediência à Palavra de Deus. Um relacionamento que levará a estar unido a Ele por toda a eternidade.

Meu amado

Nós o amamos a ele porque ele nos amou primeiro.” 1 João 4:19. Por amor a você e a mim, Jesus deixou o conforto e a beleza do céu, um lugar intocado pelo mal e permeado pelas virtudes de Deus: amor, paz, pureza e justiça. Ele veio à terra em um corpo que podia sentir dor e ser tentado em todos os pontos como nós! (Hebreus 4:15.) Ele experimentou ser tentado a coisas que eram completamente contrárias ao seu nobre desejo de ajudar a libertar a humanidade do fardo do pecado. Ele experimentou situações tão diferentes do lar seguro e pacífico com Seu Pai. Jesus sofreu sofrimentos extraordinários e serviu incansavelmente, nunca cedendo ao desânimo e amargura ou ficando cansado ao fazer o bem. Ele era fiel em cada tentação e provação, triunfante sobre o poder do pecado. Isso abriu um caminho para eu vencer o pecado em minha natureza humana e me reunir a Deus. Quando considero o que Jesus sacrificou por mim e o que Sua vida significa para mim, o amor e o respeito por Ele crescem. Quero retribuir Seu amor, seguindo Seu exemplo.

Jesus é de quem eu dependo. “Quem é esta que sobe do deserto, e vem encostada ao seu amado?” Cânticos 8:5. O deserto são as tentações e situações que surgem na vida. Tentações de coisas que sei que estão erradas. Tentações de estar triste porque eu só quero ser bom. Situações que eu não entendo e testo minha fé em Deus. Situações que me levam aos meus limites. Jesus entende o que eu passo e as tentações que enfrento, porque ele já foi tentado como eu (Hebreus 4:15) e teve que aprender a obedecer nas situações da vida (Hebreus 5: 8). Quando me volto para Ele em oração e busco Sua orientação, Ele me ajuda a vencer e escolher o que é bom. Seu amor me fortalece nas provações da vida.

Meu Noivo

Jesus é o “rei” do meu coração; Ele é quem eu mais quero agradar. Seu amor por mim e exemplo de perfeita fidelidade conquistaram meu coração. Eu quero conhecê-lo mais lendo a Palavra de Deus, através da oração e seguindo o Seu exemplo. Eu quero ouvir a voz dele durante o dia. Ele fala comigo através de pensamentos de encorajamento, correção e lembrando-me da Palavra de Deus. Instruções que me guiam para o que é certo e verdadeiro, de acordo com a vontade de Deus.

“Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus; porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber, a Cristo.” 2 Coríntios 11:2. Ser digno de Jesus é o chamado mais elevado. Requer me manter puro do pecado e do amor ao mundo. “Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo.” 1 João 2:16. Isso requer uma batalha diária e confiança em Deus para obter ajuda. Não quero desagradar a Jesus, meu Noivo, o que me motiva a escolher o bem e a rejeitar o que é mau. Quando uma tentação parece muito difícil ou um sacrifício muito grande, orar por mais amor e fé nele fortalece minha vontade de fazer o bem. Quanto mais querido Jesus se torna para mim, mais bens materiais, relacionamentos temporais e honra desaparecem em comparação com ganhá-lo.

Meu amigo

Jesus é meu companheiro constante e maior apoiador. Ele é minha rocha. “Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje e eternamente.” Hebreus 13: 8. Quando meus sentimentos sobem e descem e a vida muda à minha volta, eu oro a Ele e recebo paz e confiança. Sinto que Ele está mais próximo quando preciso de Sua ajuda e reconheço que sou fraco e facilmente tentado a pecar. “Porque naquilo que ele mesmo, sendo tentado, padeceu, pode socorrer aos que são tentados.” Hebreus 2:18. Fico em comunhão com Jesus e meu espírito se une ao dele quando nego pensamentos e desejos pecaminosos e abandono minha vontade exatamente como Ele fez quando estava na terra.

Jesus quer compartilhar o céu e Seu Pai com amigos verdadeiros que têm o mesmo desejo por tudo que é bom e puro e amor pelos outros. Um relacionamento com Ele começa com a conversão: pedir a Jesus em seu coração, receber perdão pelos pecados passados e colocar sua vida em Suas mãos. Seguido de um novo começo, corrigindo as coisas de acordo com os mandamentos de Deus. Em seguida, buscando fé em Jesus e uma vida de vitória sobre o pecado e continuando em obediência a essa fé. Uma grande recompensa aguarda Seus amigos. Encontraremos nosso amado, nosso noivo e nosso amigo naquele dia perfeito, para nunca nos separarmos por toda a eternidade. Como expresso em uma canção escrita com espírito de antecipação para este dia maravilhoso: “E nossa alegria estará completa quando nosso Jesus Cristo nos encontrarmos. Que dia! Ó dia maravilhoso! ”(Do livro de canções do BCC, Caminhos do Senhor # 415)

 

Se você achou este artigo inspirador, pode estar interessado em ler mais em nossa página sobre o nosso relacionamento com Jesus, ou nos artigos selecionados abaixo:

Baixar e-book grátis

A noiva do cordeiro, a prostitute e o final dos tempos

Escrito por Sigurd Bratlie

Uma interpretação muito clara das profecias testemunhadas por João no livro do Apocalipse. Escrito logo após o final da Segunda Guerra Mundial, o livro é ainda mais relevante no mundo em que vivemos hoje. Ele foca na importância de viver uma vida temente a Deus no tempo antes da volta de Jesus.