Ir para o conteúdo

3 áreas nas quais todo guerreiro cristão deve concentrar-se

Todos os pecados podem ser delineados até um desses pontos.

Durante uma guerra, muitas vezes há uma longa frente, mas nem todos os lugares da frente são da mesma importância. Existem alguns lugares particularmente importantes, por exemplo o Gibraltar. Esses lugares são especialmente bem-fortificados.

Isso também se aplica à guerra espiritual em nossa batalha contra o pecado. Nesta batalha, há também alguns pontos especialmente importantes. Todo mundo que se fortalece completamente nesses pontos é sábio e entendido.

O primeiro Gibraltar é: o dinheiro.

O segundo Gibraltar é: poder e honra.

O terceiro Gibraltar é: moralidade sexual.

É difícil quebrar a linha de frente de alguém que fez todos os esforços para fortalecer-se nestas três áreas; ele é praticamente invencível. Todas as grandes quedas ocorrem em um desses três pontos, e todos os pecados têm suas linhas diretas de comunicação com um desses três pontos.

Ponto 1: o dinheiro é um fator muito importante. (1 Timóteo 6:10) Isso também significa tudo o que você pode adquirir por dinheiro, o que é uma quantidade razoável neste mundo. Se você não tem vitória sobre o amor ao dinheiro, não pode, por exemplo, ganhar a vitória sobre a raiva. Então você tem que ficar com raiva quando você for roubado de dinheiro, ou de algo que vale o seu dinheiro.

Ponto 2: Poder e honra também são uma área enorme. Sentir-se ofendido e insultado se enquadra nesta categoria, e geralmente há muito disso. A concupiscência da honra é a causa de uma pessoa não poder suportar muito, ou mesmo não poder suportar nada. Muitas divisões em assembléias são causadas pela ânsia de poder. Claro, eles dão alguns bons motivos, mas eles realmente sofreram uma derrota no Fort#2. Essa é a verdadeira causa da divisão.

Vale ressaltar que foi nesse ponto que Satanás encenou seu último assalto a Cristo no momento em que ele foi incessantemente tentado por 40 dias no deserto. (Lucas 4) As três tentações finais são mencionadas: a primeira tentação foi provar o poder espiritual dEle. Na segunda tentação ele lhe ofereceu poder terrestre. A terceira tentação era realizar uma obra-prima que lhe daria uma grande honra.

Ponto 3: a moralidade sexual é o terceiro desses enormes fatores na vida. Muitos foram mortos nesta parte da frente. Muitos outros grandes homens tornaram-se pequenos porque não se fortificaram adequadamente e não observaram o suficiente esse ponto. Mesmo Davi sofreu uma grande derrota neste ponto, embora ele não tenha sido destruído, mas o bem sábio Salomão foi derrotado. E há muitos pregadores que foram envergonhados neste ponto. Um grande número de pessoas, porque não têm sido suficientemente cuidadosas nesta área, falharam em sua fé e falharam em Cristo, buscando uma relação que seja contra a vontade de Deus.

Muitas pessoas sucumbem às suas luxúrias e desejos nesta área, almas que de outra forma podem ser dignas de louvor. É importante estar vigilante desde o início tanto no que você pensa quanto no que você olha.

Se você quer ganhar uma grande e última vitória, se quiser andar no poder do Espírito (Lucas 4:14), então, como em uma guerra natural, comece a trabalhar propositalmente e cuidadosamente e construa fortificações extras nesses três pontos. Então você terá a melhor esperança de que a linha de frente nunca seja violada pelo inimigo.

Este artigo foi publicado pela primeira vez em norueguês no periódico “Skjulte Skatter” (“Tesouros escondidos”) de BCC, em maio de 1932, com o título “A batalha contra o pecado”.

© Copyright Stiftelsen Skjulte Skatters Forlag

Ensinamentos-chave

Descubra como a Palavra de Deus nos desafia e motiva a viver 100% de acordo com a Sua vontade, assim que não precisamos mais cair em pecado, mas que podemos chegar a uma vida de vitória.

Baixar e-book grátis

Eu estou crucificado com Cristo

Este livreto é baseado nas palavras de Paulo em Gálatas 2:20: “Eu estou crucificado com Cristo; não vivo mais eu, mas Cristo vive em mim …” Aqui Elias Aslaksen explica o que isto quer dizer e como os leitores podem ter o mesmo testemunho que Paulo em suas próprias vidas.

Siga-nos