Um incentivo atraente em perseguir a justiça!

A retidão deve aumentar em nossas vidas. Mas há apenas uma maneira para que isso possa acontecer.

Um incentivo atraente em perseguir a justiça!

Buscar a justiça é o caminho da vida, porque “a justiça livra da morte.” Provérbios 10:2.

O primeiro passo para a vida é que nós, pela fé na expiação, temos a justiça imputada a nós sem ter feito um único ato justo. (Romanos 4: 3-6)

Seguir a justiça

Mas então a intenção é que comecemos a participar de uma justiça pessoal: uma justiça na vida, a natureza divina, que também é uma natureza justa. Se isso se tornar realidade, o velho deve ser crucificado; ele tem que morrer, porque o velho sempre é, e permanecerá, injusto e incorrigível. No entanto, mesmo sendo incorrigível, não faz diferença, porque pela fé ele pode ser crucificado e morto ou adiado, como a Bíblia diz. (Efésios 4: 22-24; Colossenses 3: 9)

Só então podemos começar a fazer justiça, como o novo homem é criado de acordo com a imagem de Deus em verdadeira justiça e santidade. (Efésios 4: 22-24)

Cada passo no caminho da vida é um passo em retidão. O progresso no caminho da vida é equivalente a progredir ou crescer em retidão. Por isso está escrito, “qualquer que profere o nome de Cristo aparte-se da iniquidade.” 2 Timóteo 2:19. “Se sabeis que ele é justo, sabeis que todo aquele que pratica a justiça é nascido dele.” 1 João 2:29. “Qualquer que não pratica a justiça, não é de Deus.” 1 João 3:10. E, “… segue a justiça.” 2 Timóteo 2:22. Todas essas exortações não podem significar outra coisa senão uma retidão pessoal em nossos atos.

Quando nossa iníqua vida própria é condenada à morte, a vida justa de Deus aumenta em nós. Para cada aumento de justiça, deve haver uma diminuição correspondente na injustiça. A cada nova luz que recebemos de Deus, descobrimos alguma nova injustiça em pensamento, palavra e ação. Pela fé nós então participamos de um aumento correspondente na justiça. Damos mais um passo no caminho da justiça, que, na verdade, é o caminho da vida. “Fazer justiça e juízo é mais aceitável ao Senhor do que sacrifício.” Provérbios 21:3.

Verdadeira justiça

Não é suficiente simplesmente pagar suas contas, devolver tudo o que você roubou ou emprestou, relatar todos os seus ganhos em sua declaração de imposto de renda, etc., e fazer as coisas que se enquadram na categoria de justiça como é comumente entendida. Buscar a justiça significa ir a segunda milha; desistindo de seus próprios desejos e demandas para que o bem possa ser feito e outros possam ser abençoados. Em suma, significa que você faz aos outros o que gostaria que fizessem a você. Isso inclui compartilhar com os pobres, os doentes, os fracos – aqueles que possuem menos força e têm menos habilidade – quando, de acordo com a vontade de Deus, você tem a força, a habilidade e a oportunidade. (Efésios 4:28; Salmos 112: 9) Pois “E que tens tu que não tenhas recebido?” 1 Coríntios 4:7.

Existe todo um oceano de justiça em Deus; justiça em todas as direções e graus possíveis! Então, vamos obedecer à exortação: “Segui a justiça!”

“O justo florescerá como a palmeira; crescerá como o cedro no Líbano.” Salmos 92:12-15.


Este artigo foi traduzido do norueguês e é uma versão editada de um capítulo intitulado “O caminho da justiça” no livro “O caminho da vida”, publicado pela primeira vez em janeiro de 1935.
© Direitos autorais Stiftelsen Skjulte Skatters Forlag

Você pode estar interessado em ler mais no nosso arquivo sobre justiça, ou nos artigos abaixo.

/justica-um-investimento-com-resultados-incriveis-a-longo-prazo/

https://activechristianity.org/what-does-it-mean-to-be-partakers-of-the-divine-nature

Baixar e-book grátis

Eu estou crucificado com Cristo

Este livreto é baseado nas palavras de Paulo em Gálatas 2:20: “Eu estou crucificado com Cristo; não vivo mais eu, mas Cristo vive em mim …” Aqui Elias Aslaksen explica o que isto quer dizer e como os leitores podem ter o mesmo testemunho que Paulo em suas próprias vidas.