Somente pela graça de Deus!

É a verdadeira graça que nos torna dignos de andar com Jesus em vestes brancas.

Somente pela graça de Deus!

A expressão “somente pela graça de Deus” é usada extensivamente entre os crentes, assim como “Tudo é pela graça de Deus”. O que as pessoas querem dizer com essas expressões pode variar muito.

O entendimento usual é que somos pecadores e permaneceremos pecadores, e se crermos na morte de Jesus por nós, obteremos a glória do céu pela graça pura quando morrermos.

Eles não acreditam que Jesus está fazendo uma obra em nós e através de nós, então seremos dignos de andar com Ele em vestes brancas. (Apocalipse 3: 4) Eles acham que, se fosse assim, então não seria graça.

A graça de Deus não é em vão

Essa fé e essa atitude são falsas por completo. Ninguém chega a uma vida de vitória, exceto pela graça de Deus, pois é a Sua graça que nos ensina a viver sóbria, justamente e temente a Deus no mundo atual. (Tito 2: 11-12) Portanto, a pessoa que alcança tal vida só alcança isto pela graça de Deus, e não por sua própria força. Ele pode verdadeiramente dizer: “Tudo é pela graça de Deus”. Para os outros, a graça de Deus é em vão.

Quando Abraão e Sara receberam Isaque, eles puderam dizer: “Somente pela graça de Deus”. Se eles o tivessem recebido antes, enquanto ainda tinham esperança, naturalmente, Deus não teria sido glorificado; no entanto, Deus não dá a glória a outro.

Isto também se aplica àqueles que querem viver uma vida de vitória do pecado. Eles devem ser quebrados primeiro para que eles se tornem inúteis aos seus próprios olhos. O que isto significa? Que deve tornar-se abundantemente óbvio que não temos a força em nós para viver esta vida. A maioria das pessoas tem que descobrir isso tentando e lutando para vencer o pecado e resistir à tentação sem abrir mão de absolutamente tudo de si e perceber que é sem esperança. Este período é necessário para que experimentemos o quanto precisamos da graça de Deus para vencer o pecado.

A maioria das pessoas não tem conhecimento desse período de decomposição; em vez disso, eles perdem a coragem e desistem. Abraão não se enfraqueceu na fé quando considerou que, pelas próprias leis da natureza, era impossível para ele e Sara ter um filho na velhice. (Romanos 4:19) Ele entendeu que se isso não acontecesse unicamente por causa da graça de Deus, que a glória não pertenceria unicamente a Deus; portanto, tinha que ser por esse caminho.

Quando uma pessoa perde a coragem durante esse período de desmembramento, ela não acredita somente em Deus, mas acredita em algum tipo de combinação da força de Deus e de sua própria força. Então Deus não permitirá que seja bem sucedido, pois então não é toda a graça. Se é tudo pela graça de Deus, então é também toda a vitória. Para onde o pecado abundou, superabundou a graça. (Romanos 5:20). “Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça.” Romanos 6:14.

O que era impossível se torna possível

O poder de Cristo pode habitar em nós

Quando uma pessoa cai em pecado, é porque ela é forte em si mesmo. Ela exige e ela insiste. Então ela não está sob a graça, mas debaixo da lei. Neste caso, Deus tem que quebrá-lo primeiro, então ele se torna fraco. Então o poder de Cristo pode habitar nele. “Porque, quando estou fraco, sou forte”. 2 Coríntios 12: 9-10. Depois, a graça de Deus pode ganhar poder sobre nós. Graça e pecado não podem ter poder sobre nós ao mesmo tempo, pois a graça é muito mais forte que o pecado.

Paulo havia se tornado tão quebrado que o poder de Cristo poderia habitar nele, e Cristo poderia receber toda a glória por tudo o que Paulo fez. Paulo sabia quando ele havia trabalhado mais do que todos os outros que era toda a graça de Deus. (1 Coríntios 15:10) Quando Paulo combateu o bom combate, terminei a carreira, guardou a fé e estava esperando pela coroa de justiça que o Senhor, o Justo Juiz, lhe daria, ele sabia que tudo era somente pela graça de Deus. (2 Timóteo 4: 7-8) Cristo sempre foi glorificado em seu corpo, seja pela vida ou pela morte. (Filipenses 1:20)

É essa verdadeira graça que nos torna dignos de andar com Jesus em vestes brancas. Que muitas pessoas nestes dias sejam limpas e libertadas da falsa graça, o que as defraudará desta gloriosa vida de vitória. (Judas 3-4)


Este artigo foi traduzido do norueguês e foi adaptado do artigo intitulado “Somente pela graça” publicado pela primeira vez no periódico Skjulte Skatter (Tesouros Escondidos) da BCC em agosto de 1961.
© Direitos autorais Stiftelsen Skjulte Skatters Forlag

Você pode estar interessado em ler mais no nosso link  link sobre a graça.

Baixar e-book grátis

A graça em Jesus Cristo

“Quando as pessoas pensam sobre graça, elas geralmente pensam sobre o perdão dos pecados; e como nós todos pecamos, todos nós precisamos de graça.” Sigurd Bratlie inicia este livreto sobre a graça com estas palavras. Contudo, ele continua a descrever detalhadamente que a graça que está em Jesus Cristo quer dizer muito mais que perdão. Ela também quer dizer verdade e ajuda. Ela nos ensina a não pecar, para que possamos ser completamente livres para viver uma vida de vitórias que leva à perfeição.