Obediência de coração: aprendendo com o próprio Jesus

Ninguém pode ser pressionado ou forçado a uma vida de obediência.

Obediência de coração: aprendendo com o próprio Jesus

Obediência de coração: fazendo a vontade de Deus

“Vós, servos, obedecei a vossos senhores segundo a carne, com temor e tremor, na sinceridade de vosso coração, como a Cristo; Não servindo à vista, como para agradar aos homens, mas como servos de Cristo, fazendo de coração a vontade de Deus;…” Efésios 6:5-6.

Ninguém pode ser pressionado ou forçado a uma vida de obediência. É somente a obediência de coração que agrada a Deus, e Ele dá o Espírito Santo a todos que o obedecem. (Atos 5:32) Então, o que geralmente impede as pessoas de serem obedientes de coração?

Nosso próprio “eu”

É a nossa própria vontade humana, que quer algo, saber a melhor maneira de fazer as coisas, etc. Este “eu”, tudo o que é egocêntrico e gira em torno de nós e quer se tornar algo importante. Muitas vezes os anúncios dirão, para você comprar isto ou aquilo; “Você merece!” E nós acreditamos nisso. Queremos ser alguém, ser significativo, subir e subir, e merecermos as coisas. Mas na verdade, isso é completamente errado.

O espírito do anticristo enraíza as pessoas com essa mentalidade. Mas Jesus tinha uma mentalidade diferente. Ele queria ser como seu pai. O Anticristo também queria ser como Deus, mas Ele continuamente se exaltou e teve que ser abatido. Jesus constantemente se humilhou e disse: “Não seja feita a minha vontade, mas a tua.” Lucas 22:42. Ele nasceu da virgem Maria, então Ele tinha uma vontade humana, mas Ele também era um Filho de Deus. Ele foi concebido pelo Espírito Santo, então Ele não tinha o desejo de fazer sua própria vontade, como a maioria das pessoas tem. Seu desejo era fazer a vontade de Deus, porque ele amava seu pai. A obediência de Jesus foi desde o coração, desde o princípio.

Como Jesus fez isso

E é por isso que há uma diferença entre nós e Jesus. Porque pecamos e fomos enfraquecidos por isso, mas isso nunca aconteceu com Jesus. Ele era como um cordeiro; puro, santo, sem mancha ou defeito diante de Deus e do homem. É também por isso que está escrito que Jesus veio “à semelhança da carne do pecado”. (Romanos 8: 3) Ele tinha as mesmas tentações que nós, mas a carne não se torna pecadora até você começar a viver de acordo com seus desejos. . Jesus nunca se entregou aos desejos de Sua carne, por isso nunca se tornou pecaminoso.

Jesus nunca deveria ter morrido, mas porque Ele nos amou, Ele escolheu morrer em nosso lugar, como um cordeiro inocente, para que pudéssemos receber perdão pelos nossos pecados. E isso é uma tremenda graça. Então, devemos servi-lo. Jesus, que deu a vida por você e por mim, enquanto ainda éramos pecadores. Ele é o único digno a quem servir.

Desistir de tudo

Se o rei viesse, por exemplo, e ele dissesse: “Você pode fazer uma incumbência para mim?”, Nós veríamos que era uma grande honra fazer algo para o rei. Mas quando o Rei dos reis vem e pergunta: “Você pode fazer isto ou aquilo? Isso fará você feliz e alegre ”, então encontramos resistência em nós mesmos. Precisamente porque o pecado veio ao mundo, também temos nossa própria vontade humana e Satanás obteve poder.

Então, temos que odiar nossa própria vida neste mundo, a fim de fazer a vontade de Deus. Mas então é possível. Absolutamente, completamente possível tornar-se obediente – de coração! Nós temos que desistir de nós mesmos e de tudo da nossa própria vida. Completamente, totalmente e sem reter nada. Então, Deus se revelará a nós, e nós veremos a glória de fazer a Sua vontade, para que possamos contemplar o Filho de Deus como está escrito na Bíblia: “E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.” João 1:14.

Então, podemos ver claramente e dizer “sim” a Jesus e continuar a dizer “sim” a Ele e à Sua vontade, enquanto vivermos nesta terra. Isso é obediência de coração! E então, nos tornamos completamente e totalmente felizes e contentes, e nada mais importa.


Este artigo é inspirado em uma fala do dia 21 de maio de Kaare J. Smith .

Baixar e-book grátis

O Novo Pacto e o mistério da iniquidade

O Novo Pacto é um pacto pessoal que nós fazemos com Deus, no qual nós nos comprometemos a obedecer toda a Sua vontade, e por outro lado ele se compromete a nos equipar com tudo o que nós precisamos para o fazer. O mistério da iniqüidade é que a maioria das pessoas nega esta parte da graça que Jesus enviou a nós e, em vez disso, transformam a graça de Deus em uma licença para pecar.