Uma reflexão sobre a vida eterna

VÍDEO: Deus colocou a eternidade em nossos corações. Mas há uma diferença em como as pessoas experimentam a vida eterna? Alguma coisa pode influenciar como passamos a eternidade?

Em Eclesiastes 3:11 está escrito: “Ele também colocou a eternidade em seus corações …” Não sabemos exatamente o que a vida eterna nos trará, mas sabemos que se seguirmos Jesus e vivermos em obediência a seus mandamentos, ele prometeu que estaremos com ele por toda a eternidade. Nesta entrevista, Gary Fenn reflete sobre como a eternidade pode diferir para as pessoas e como podemos influenciar como passamos nossa vida eterna.

Transcrição do áudio: Uma reflexão sobre a vida eterna

Todas as pessoas são eternas?

Deus nos criou como seres eternos. Todas as pessoas têm espírito; todas as pessoas têm uma alma. E está escrito que Deus realmente colocou a eternidade no coração de todo homem. Portanto, há algo eterno nas profundezas de nós, seres humanos. E é muito interessante, quando você fala com as pessoas, você também, quase sem exceção, também experimenta que as pessoas sabem lá no fundo que sua vida vai durar para sempre. Se eles são crentes, se acreditam em Cristo ou não, existe algo na humanidade porque Deus colocou ali, o que lhes diz: “Há uma eternidade, há algo além da sepultura”.

Onde passaremos a eternidade é o que difere. A vida eterna é prometida para aqueles que vivem para Jesus, que têm fé em Jesus Cristo e vivem sua vida por ele. Jesus disse, aquele que salva sua vida neste mundo, de modo a viver uma vida terrena pelo tempo em que você está aqui na terra, viver pelos desejos de alguém – ser egoísta, viver em pecado – aquele que salva sua vida neste mundo, ele perderá isso por toda a eternidade. Mas quem perde sua vida neste mundo – em outras palavras, perde sua vida própria, sua vida egoísta – se ele perder essa vida agora para viver uma vida que esteja de acordo com a Palavra de Deus , então ele salvará sua vida por toda a eternidade. A ele é prometido vida eterna. Então, essa é a diferença. Não se iremos para a eternidade ou não, pois todas as pessoas irão para a eternidade, mas o seu destino na eternidade. Essa é a diferença. E isso será determinado pela sua fé em Jesus Cristo.

Como podemos fixar nossa atenção na eternidade, em vez de nas coisas aqui da terra?

Nós somos seres humanos e temos que viver nesta terra e, portanto, a vida temporal, ela exerce atração sobre nós. Ela coloca suas demandas sobre nós porque estamos vivendo aqui neste mundo. Então, para viver com a eternidade em vista, você deve lutar contra tudo o que é temporal, que quer atrair seus pensamentos e trazer seus afetos para a terra. Temos que lutar contra eles e nos armar primeiro e acima de tudo com a Palavra de Deus. Porque a Palavra de Deus é eterna. E quando tivermos a Palavra enchendo nossos corações e nossas mentes e nosso objetivo for cumprir essas palavras, cumprir a Palavra de Deus na maior extensão possível, nossa visão será elevada em direção àquilo que é eterno. E nossa busca estará nas coisas que são eternas.

Por exemplo, a sabedoria reinará por toda a eternidade. E quando você acredita nisso e isso toma conta do teu coração, que você pode ganhar sabedoria, que a Palavra de Deus é a plenitude da sabedoria, que Jesus Cristo, e todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento habitaram nele. E ele prometeu compartilhar essa vida conosco! Então, por exemplo, a sabedoria se tornará tão grande para você, se tornará um tesouro tão grande para você e, em todas as situações da vida, seu coração e sua mente estarão abertos às possibilidades que você tem para obter sabedoria na vida. Aquela sabedoria que você poderá levar com você para a eternidade.

Conhecimento, por exemplo, o conhecimento deste mundo, o conhecimento da ciência, o conhecimento da matemática e coisas assim, que podem beneficiá-lo nesta vida, mas você precisa de sabedoria para poder governar e reinar no próximo mundo, que é a promessa para aqueles que seguirão Jesus na vida. E, portanto, quando você mantiver esse foco e tiver essa visão clara diante de você, verá as muitas e muitas oportunidades que terá na vida para poder participar da sabedoria de Deus, que é inerente à Palavra de Deus.

Podemos influenciar nossa própria eternidade?

Oh, podemos influenciar tremendamente! De fato, o começo da eternidade, ou podemos dizer quando o que chamamos de tempo da graça, que Deus deu à humanidade para viver nesta terra, quando o tempo da graça chega ao fim e entramos na nova dispensação, que podemos chamar de eternidade, entre as primeiras coisas que acontecerão nessa nova dispensação, é que Deus julgará os segredos dos homens por aquele que ele designou, Jesus Cristo. Então, o tempo que vivemos aqui na terra, podemos dizer dessa maneira, realmente é um tempo de teste, e nós seremos … chegaremos ao tempo do julgamento sobre como vivemos aqui neste mundo quando nós embarcamos na eternidade. E quando cremos nisso e aceitamos a verdade da Palavra de Deus, é assim que é, é claro que todos os aspectos de nossa vida serão afetados por essa fé que seremos julgados por Deus por quanto nós vivemos nesta terra e, de acordo com esse julgamento, determinará minha eternidade, como o terei por toda a eternidade.

Jesus, ele falou sobre a parábola do semeador. E que houve três resultados diferentes daqueles que receberam a Palavra de Deus como uma semente em suas vidas. E alguns, eles receberam a Palavra e foram capazes de produzir trinta vezes mais frutos. E outros, eles obviamente levaram isso mais a sério; a eternidade tomou conta de seus corações em um grau mais profundo. O amor deles por Cristo era intensamente muito maior. O desejo e anseio de se tornarem semelhantes a Jesus e de viver a vida de Jesus era maior e, portanto, eles puderam participar de sessenta vezes o fruto. Mas Jesus disse que havia alguns que eram tão incrivelmente atraídos pela vida de Cristo, pela Palavra de Deus, pela eternidade, passando a eternidade com Jesus, estando o mais perto dele possível, como diziam as Escrituras. tão perto que alcançaram esse chamado exaltado de ser uma noiva para Jesus. Uma noiva que será igual a ele, uma noiva que estará com ele para sempre, uma noiva que poderá ter comunhão com ele no mais profundo grau. Aqueles que foram tão apreendidos da verdade e da vida de Jesus. Jesus disse nessa parábola que eles terão participado de cem vezes o fruto de suas vidas.

Esse deve ser o objetivo final de todo cristão. E quando esse se tornar seu objetivo, é claro que você não vive para mais nada. Todos os seus pensamentos, todas as suas afeições, todas as suas intenções, todo o seu zelo, toda a sua ambição, tudo dentro de você está buscando aquele objetivo indescritivelmente grande: que você possa se tornar igual a Jesus, aquele que ele deseja levar com ele para a eternidade e nesse relacionamento de noiva e noivo, relacionamento que esses terão juntamente com o Salvador.