Perdão: graça em dobro, nova criação e eternidade (3/3)

VÍDEO: A vida é uma série de oportunidades que podemos escolher para servir a Deus.

A maioria das pessoas está familiarizada com o conceito de perdão. Jesus deu a Sua vida por nós, para que pudéssemos receber perdão pelos nossos pecados. É claro que isso não nos dá licença para pecar, mas se Jesus morreu pelos pecados que cometemos e aqueles que cometeremos, por que é tão importante vencer o pecado?

Na parte 3 da nossa série sobre o perdão o editor de CristianismoAtivo Milenko discute como a graça é mais do que apenas perdão, as mudanças que devem acontecer em nossas vidas como resultado do perdão, e as conseqüências eternas que isso tem para nosso espírito.

Assegure-se de assistir Parte 1 (Perdão: Pecado, o amor de Jesus por nós, e uma lousa limpa) e a Parte 2 (Perdão: Condições, colheita, gratidão, e amor) desta série de 3 partes para a conversa completa sobre o perdão.
(Transcrição de áudio para este vídeo na parte inferior do artigo)

Outras leituras sobre perdão:

Visite nosso arquivo sobre perdão e culpa.

Semeadura e colheita: fazer as escolhas certas

 

Transcrição do áudio

Kathryn:
Na parte 2 desta série sobre o perdão, falamos sobre as condições, a graça e as razões pelas quais devemos vencer o pecado. Na Parte 3, falaremos mais sobre como vencemos o pecado e por que devemos fazer isso se recebermos perdão de qualquer maneira.

Milenko:
A graça é na verdade composta de duas partes. A primeira parte é esse presente enorme que recebemos, através do sacrifício de Jesus, que nossos pecados são realmente perdoados. Eles são eliminados, temos uma ficha limpa e Deus não acha isso contra nós.

Mas Jesus fez muito mais do que simplesmente morrer para recebermos perdão. O que Ele fez foi abrir um caminho para nós, um caminho que podemos seguir. Ele venceu o pecado, o pecado em sua própria natureza, e Ele deseja que nós, Seus irmãos, como Ele nos chama, quer que o sigamos, para que possamos chegar onde Ele está. E essa graça para vencer o pecado, para realmente fazer algo sobre isso, essa é a parte principal do trabalho de Jesus. É para isso que Ele veio, para que possamos segui-lo.

Kathryn:
Mas isso é realmente um assunto totalmente separado, não é? Poderíamos conversar por horas apenas sobre essa parte da graça.

Milenko:
Definitivamente. Esse é um assunto realmente grande.

Kathryn:
Vencer o pecado significa que eu tenho que lutar contra a minha vontade, desistir do meu egoísmo, como você diz, e isso realmente causa sofrimento, não é? Você tem que desistir de algo e dar algo de si mesmo. E não é algo que vem naturalmente para os humanos, então na verdade significa que há uma batalha. Então, por que eu escolheria fazer isso se soubesse que, no final da minha vida, posso pedir perdão, a lousa será limpa e eu posso ir para o Paraíso de qualquer maneira?

Milenko:
Bem, Deus está disposto a perdoar todos aqueles que pedem e se arrependem. Então, mesmo que você tenha vivido uma vida de pecado durante toda a sua vida, a graça, a bondade e o amor de Deus são tão abundantes que tudo pode ser limpo e você pode entrar no céu sem ter mais nada a mostrar.

Podemos ver que a partir desse exemplo, onde Jesus estava na cruz no Calvário, e o ladrão ao lado dele se arrependeu, Jesus lhe disse: “Hoje você estará comigo no Paraíso”. Jesus podia perdoá-lo por causa de seu arrependimento. E isso foi uma coisa enorme. Mas ele foi para o céu com nada mais que isso. Ele recebeu vida, mas ele não tinha nada com ele.

Se você pensa o que é a vida, é uma série de oportunidades; situações em que entramos. E se nós, então, escolhermos usar essas oportunidades para servir a Deus, para mostrar nosso amor por Ele negando aquelas concupiscências que notamos, então fazemos algo por Ele. Porque, fazendo isso, podemos participar das virtudes de Jesus. Então, na verdade, estamos conseguindo algo. Estamos recebendo conteúdo em nossa vida.

Toda vez que pecamos, perdemos uma oportunidade. Se tivermos uma queda, perdemos uma oportunidade. Temos que olhar dessa maneira, e temos que ver as oportunidades de ganhar alguma coisa, fazer alguma coisa, realmente servir a Deus, mostrar nosso amor a Ele. É tudo por graça, mas ainda temos que trabalhar nisso.

Kathryn:
Então, quando eu venço esse egoísmo, então outra coisa vem e toma seu lugar?

Milenko:
Bem, se você acha que eu fui perdoado, desse egoísmo, ou podemos dizer egoísmo, que ainda habita em minha natureza, e agora quando estou tentado a ceder a isso, e eu, em vez disso, sigo a Jesus, e nego então isso realmente morre. E o que vem em vez disso é aquela nova criação que Deus coloca lá. Isso é generosidade, por exemplo, ou amor pelos outros. Eles são os frutos do Espírito sobre os quais podemos ler em Gálatas. E é isso que terei comigo na eternidade.

Kathryn:
Então, quando um vai, quando um morre, o outro vem e toma seu lugar.

Milenko:
Sim, exatamente. Um toma o seu lugar. É uma nova criação.

Kathryn:
Então nós entendemos isso enquanto estamos aqui na terra?

Milenko:
Sim, isso é incrível, nós fazemos! Lutando contra o pecado, se nós vencermos isto, não deixa apenas um vazio, mas algo mais nasce em nós. E fala sobre Deus, que é um Criador fiel, que cria uma coisa nova em nós, nos tornamos uma nova criação. E essa nova criação, são essas virtudes que não existiam antes. Nós falamos sobre mentir antes. Onde eu tinha essa tendência a mentir, eu me tornei sincero. Onde eu tinha uma tendência a ser uma pessoa amarga e crítica, torno-me amorosa e gentil. Esse é o trabalho de Deus em nós.

Kathryn:
Então, não é algo mágico que acontece quando você chega ao céu, que de repente você obtém essas virtudes?

Milenko:
Não, esse conteúdo é algo que ganhamos aqui na terra. É sendo fiel, sendo obediente, amando a Jesus, caminhando em Seus passos. E então você vê, está escrito lá em Coríntios que haverá uma diferença na glória entre o sol e as estrelas e a lua, e assim por diante, e da mesma forma, nós diferiremos um do outro em glória. E isso tem a ver com a fidelidade pessoal e o quanto nos damos por esta vida.

Kathryn:
Então, depende de nós, a quantidade de glória que recebemos quando entramos no céu.

Milenko:
Depende totalmente de nós, a esse respeito, que precisamos da graça de Deus para fazê-lo, estamos totalmente dependentes disso, mas eu tenho que dar esses passos para ser obediente por vontade própria. Eu faço isso porque amo a Deus e isso é tão precioso para ele.