Como a verdade me liberta – constantemente

Encontrar essas verdades e reconhecê-las me trouxe muito descanso!

Como a verdade me liberta – constantemente

Jesus disse em João 8:32, “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.,” e é isso que eu tenho experimentado ao longo da minha vida.

Reconhecendo a verdade = transformação

Quando adolescente, entreguei minha vida a Jesus e queria viver inteiramente para ele. Então Deus começou a falar comigo sobre o meu comportamento em casa. Ele me fez ciente da minha falta de vontade de ajudar, e também da maneira desagradável que eu iria falar com meus irmãos quando eu estava irritado com eles.

A palavra de Deus nos ensina: “… aprendam primeiro a exercer piedade para com a sua própria família, e a recompensar seus pais; porque isto é bom e agradável diante de Deus.” 1 Timóteo 5:4. Este verso causou um impacto em mim e eu me senti como uma hipócrita – sendo útil e gentil com outras pessoas, enquanto o oposto era a realidade em casa com a minha família.

Foi então que eu realmente vi que precisava mudar. Muitas vezes, eu deixava escapar algumas palavras ásperas, sarcásticas ou zombeteiras e acabava machucando os outros. Eu tive que pedir perdão aos meus irmãos e pais por meu comportamento anterior e novamente, e foi muito humilhante. Esta foi uma grande batalha para mim – me humilhar e reconhecer que estava errada. Mas ao conhecer meu egoísmo e indelicadeza, meu ódio contra esses pecados aumentou. Meus pecados tornaram-se meus inimigos e, ao reconhecer a verdade sobre mim mesmo, fui liberto desses inimigos.

Por fim, parei de ficar zangada com meus irmãos e me dispus a ajudar meus pais sem me pedirem. Este foi um trabalho que Deus fez em mim porque eu me humilhei e reconheci a verdade sobre mim mesmo. Consequentemente, fui liberta do meu comportamento anterior mais e mais; Eu estava feliz e os que estavam ao meu redor também tiveram uma vida melhor!

Persistência dá resultados

Em 1 Pedro 5: 5 diz que “Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes”. Uma pessoa humilde ama e reconhece a verdade sobre seu próprio pecado, e ela quer vencê-lo. Ela é persistente como a viúva que não deu descanso ao juiz injusto até que ela conseguisse o que queria – seu direito de vencer sobre seu inimigo! (Lucas 18: 2-8) Aqueles que amam a Deus e querem guardar Seus mandamentos são como essa viúva. Eles persistem em oração e pressionam em Deus por graça e força até que eles vencem seu inimigo, seu pecado: falta de vontade, raiva, calúnia ou qualquer outro pecado.

“E Deus não fará justiça aos seus escolhidos, que clamam a ele de dia e de noite, ainda que tardio para com eles? Digo-vos que depressa lhes fará justiça.” Lucas 18: 7-8. É assim que eu tenho experimentado isso.

Reconhecendo a verdade = me humilhando

Na vida, encontramos muitas circunstâncias diferentes – todas as oportunidades para encontrar mais do que nos faz sentir infelizes por dentro – nosso pecado. Em um ponto, algo foi muito difícil para mim. Eu senti como: “Isso não deveria acontecer comigo. Algo está errado aqui. Eu quase me acusei por ter causado isso.

Fiquei preocupada com toda a situação, mas Deus, que sabia o que eu precisava, deu-me a resposta diretamente do céu: todo o meu problema era orgulho! Eu estava pensando que eu merecia algo melhor! Mas Deus estava certo. Que alívio foi me humilhar e concordar com Deus – Ele me colocou nessa circunstância para o meu melhor! “E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.” Romanos 8:28.

Jesus diz para reconhecer a verdade, e a verdade vos libertará. (João 8:32) Fui liberto de parte do meu orgulho, de pensar que merecia algo melhor, do descontentamento e da falta de gratidão. Um grande fardo caiu de sobre mim e fiquei tão feliz, como um escravo libertado. Eu até consegui ver como Deus realmente me abençoou mais do que eu sempre mereci.

Em Mateus 11:28, Jesus nos convida: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.” O auto-reconhecimento e a humildade trazem descanso, e aqui encontramos Jesus, nosso precursor, que é manso e humilde de coração. (Mateus 11: 29-30)

Deus valoriza a humildade

Jesus chama aqueles que lamentam “bem-aventurados”. (Mateus 5: 4) Aqueles que choram por sua falta de amor, seu orgulho e assim por diante, receberão o que desejam.

Deus viu o pequeno Davi enquanto pastoreava as ovelhas de seu pai. Mesmo quando ele se tornou rei, aprendemos como ele pensava sobre si mesmo: “E ainda mais do que isto me envilecerei, e me humilharei aos meus olhos; mas das servas, de quem falaste, delas serei honrado.” 2 Samuel 6:22.

Essa atitude de Davi foi preciosa para Deus. “E, quando este foi retirado, levantou-lhes como rei a Davi, ao qual também deu testemunho, e disse: Achei a Davi, filho de Jessé, homem conforme o meu coração, que executará toda a minha vontade.” Atos 13:22.

Este é o meu desejo pelo resto da minha vida – andar em humildade diante de Deus, ver mais do meu orgulho, reconhecê-lo e obter uma comunhão cada vez mais profunda com Jesus. Esta vida me enche de uma paz e alegria sempre crescentes!


Você pode estar interessado em ler mais no nosso arquivo sobre humildade,
ou nos artigos abaixo.

/julga-te-ti-mesmo

/deus-da-graca-aos-humildes

/4-coisas-que-todos-devem-saber-sobre-humildade

 

Baixar e-book grátis

Uma tão grande salvação

O apóstolo que escreveu o livro aos Hebreus o chama de “uma palavra de exortação”. O objetivo deste livreto é amplificar e expandir sobre esta exortação, trazendo fé e salvação a todos aqueles que têm um chamado celestial. Todos aqueles que seguem à exortação do livro aos Hebreus podem alcançar esta grande salvação.