Alma e espírito: Qual é a diferença?

Todo indivíduo tem uma alma e um espírito, dados por Deus. O que separa os dois e como eles nos afetam?

Alma e espírito: Qual é a diferença?

“Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.” Hebreus 4:12.

Qual é a diferença entre alma e espírito?

Adão foi criado do pó da terra e se tornou uma alma viva. Por causa disso, nossos sentidos, que estão contidos em nossas almas, estão sintonizados com a Terra. É por isso que nossos sentimentos mudam e mudam de acordo com o que está acontecendo ao nosso redor. Tudo o que é da terra é instável e mutável, e é por isso que uma pessoa que permite que sua alma controle sua vida nunca está em repouso. Através da alma – através dos meus sentidos e sentimentos – estou em contato com as pessoas. Alguém que vive de acordo com a alma está sempre inquieto em relação ao que as outras pessoas pensam e dizem sobre ele.

Através do meu espírito estou em contato com Deus. No entanto, quando sou anímico, vivo de acordo com meu entendimento, meus sentidos, que são terrestres, e meu corpo é usado para servir a este mundo. Então meu espírito também está cheio daquilo que é deste mundo, com o resultado de que eu tenho pouco ou nenhum contato com Deus. A salvação em Cristo destina-se a mudar esse relacionamento para que eu me torne espiritual e celestial em vez de espiritual e terrena. O resultado é uma vida de fé em vez de uma vida de acordo com o meu entendimento humano.

A intenção é que nosso espírito seja vivificado para que Deus possa falar conosco; devemos viver para Ele e para as coisas celestiais. Então encontramos descanso para nossas almas. As coisas celestiais são eternas e imutáveis. Quando vivemos diante do rosto de Deus, estamos livres das pessoas e da agitação que vem de viver diante dos olhos delas.

Palavra de Deus: uma espada de dois gumes

É aqui que a Palavra de Deus faz um trabalho em nós. É mais afiada que qualquer espada de dois gumes. Ela penetra e divide entre alma e espírito e discerne os pensamentos e conselhos do coração. Isto está escrito em conexão com o entrar em descanso.

Geralmente julgamos situações de acordo com nossos sentimentos e raciocínio humano; mas se eu comecei a buscar a Deus, eu me abro para a Palavra de Deus. Ela discerne os pensamentos do coração e penetra e divide entre alma e espírito – entre o que é terrestre (humano) e que eu absorvo em minha alma, e o que é espiritual e celestial, que eu recebo em meu espírito. Eu tenho que acreditar na Palavra e ser obediente a ela, e então minha alma é derramada. (Isaías 53:12)

Por exemplo, a palavra “Vencer o mal com o bem” vai contra nossos sentimentos humanos e nosso raciocínio humano; mas se cremos na Palavra e somos obedientes a ela, entramos em repouso. Então, vamos experimentar que a sabedoria de Deus é maior que nossos sentidos. Há também a palavra para perdoar a pessoa que peca contra você sete vezes setenta por dia. Se você é anímico, você preservará aquilo que é terrestre, e sua honra e seu coração farão planos sobre o que você deve fazer com essa pessoa e também buscará as opiniões de familiares e amigos. Em vez disso, deixe a Palavra de Deus penetrar e dividir entre o que você está absorvendo através dos sentidos – especialmente através dos seus sentimentos – e a sabedoria que vem do alto, que você absorve através do seu espírito. Viva pela fé e não de acordo com seu raciocínio humano; então você entrará em descanso.

Tornando-se espiritualmente atento

Pedro cuidou de Jesus, mas ele só tinha um bom senso para as coisas dos homens, que é poupar a si mesmo e ao que é seu. Esta é a direção na qual as pessoas exercitaram seus sentidos e adquiriram compreensão. Satanás tem acesso a essa alma terrena e o resultado é uma inquietação terrível. Jesus disse: “Para trás de mim, Satanás!” Jesus tinha um bom senso para as coisas de Deus, que era o fim de sua vida. Agora Ele quer tornar nosso espírito vivo também para que possamos receber a sabedoria que vem do alto, que é em primeiro lugar, pura, etc. (Tiago 3: 17-18)

O resultado é uma vida de fé na qual nos apegamos à Palavra contra o nosso raciocínio humano e apresentamos nosso corpo ao serviço de Deus. Então nossa alma, que é terrena e inquieta, é derramada, e nos tornamos espiritualmente conscientes e entramos em repouso em Deus.

“Vede que não rejeiteis ao que fala… do céu. … Por isso, tendo recebido um reino que não pode ser abalado, retenhamos a graça, pela qual sirvamos a Deus agradavelmente, com reverência e piedade;.” Hebreus 12:25,29.

Toda agitação, reclamação, suspirar e ansiedade derivam do homem anímico que luta por sua vida. O homem espiritual vive pela fé na Palavra de Deus. Todas as coisas o servem para o bem. Ele tem uma mente para dar a vida, e ele descansa em Deus. Que vida gloriosa e paz isto é – um reino que não pode ser abalado.


Esta é uma versão editada de um artigo que foi publicado pela primeira vez em norueguês sob o título “Perfure e divida a alma do espírito” no periódico Tesouros Escondidos (Skjulte Skatter) de BCC em agosto de 1955.
© Direitos autorais Stiftelsen Skjulte Skatters Forlag

Se você estiver interessado em ler mais sobre a alma e o espírito, dê uma olhada nestes artigos:

Baixar e-book grátis

Uma tão grande salvação

O apóstolo que escreveu o livro aos Hebreus o chama de “uma palavra de exortação”. O objetivo deste livreto é amplificar e expandir sobre esta exortação, trazendo fé e salvação a todos aqueles que têm um chamado celestial. Todos aqueles que seguem à exortação do livro aos Hebreus podem alcançar esta grande salvação.