Ir para o conteúdo

Deus realmente pode perdoar meu passado?

Na bíblia está escrito que podemos receber o perdão dos pecados. Mas isso é realmente possível? Deus realmente pode perdoar meu passado?

Na bíblia está escrito que podemos receber o perdão dos pecados. Mas isso é realmente possível? Deus realmente pode perdoar meu passado?

Você é atormentado por todas as coisas más que tens feito? O dano e a dor que tens causado aos demais através de tuas palavras sem reflexão e ações descuidadas. Para que nomear todos os pecados ocultos que só você conhece. Sentes como se levasses todo o mundo sobre teus ombros.

Feche os olhos e imagine por um momento que Deus tens perdoado cada uma das coisas que já fez. Isso não seria um enorme peso removido da tua mente? Poder começar com tudo apagado e uma nova conta! Isso não faria tua vida prontamente mais atrativa? Parece bom demais para ser verdade, mas isso realmente é apenas uma casualidade? Quem sabe estás sentado e refletindo: Deus realmente pode perdoar meu passado?

Como seres humanos é muito fácil ficar amargurado. Facilmente guardamos rancor, nos ofendemos rapidamente e nos dá uma satisfação inconsciente prender-nos a coisas que certas pessoas falaram ou fizeram contra nós. Com um histórico igual a esse, não deveríamos nos surpreender que seja quase impossível para nós compreender a extraordinária capacidade de Deus em perdoar. Perdoar aos demais parece algo de outro mundo, totalmente desatualizado! Seria como pretender que nada tivesse acontecido, permitindo que saíssemos impunes!

«Mas eles não merecem … » Que foi isso? Pare por um minuto e faça novamente uma reflexão sobre teu passado. Realmente crês que estás em condições de saber o que os demais merecem? E alguém de nós está?

Tanto no Antigo, como no Novo testamento está escrito o que nós os pecadores realmente merecemos. O apóstolo Paulo disse dessa maneira: «Porque, se viverdes segundo a carne, morrereis.» Romanos 8, 13. Deus é justo e sua palavra permanece para sempre. Vê-se de forma estranha – em parecer que todos merecemos pena de morte.
Se, esse é o final que esperasse a todos; a morte em nossos pecados, se Deus não tivesse mostrado seu incrível amor: «Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem.O qual se deu a si mesmo em preço de redenção por todos, para servir de testemunho a seu tempo.» 1 Timóteo 2, 5-6.

Jesus Cristo se doou a si mesmo para resgatar a humanidade! Voluntariamente veio até a terra e pagou pelo que Deus pediu, em sua totalidade. Jesus morreu sendo um homem inocente fez justamente por você! Morreu por todos nós, e pagou por nossos pecados com seu próprio sangue precioso, abrindo um caminho para Deus voltar. Paulo descreve a grandeza desse sacrifício em  Romanos 5, 7-8. «Porque apenas alguém morrerá por um justo; pois poderá ser que pelo bom alguém ouse morrer.Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores. »

Mas também está escrito em Mateus  6, 14-15: «Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós;Se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai vos não perdoará as vossas ofensas.» Isso deixa bem claro que, perdoar os demais não é somente uma pretensão, ou um favor que Deus pede em troca. É uma condição, e sem essa condição não podemos receber perdão.

Outra, das condições encontramos  em Atos 3, 19:« Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham assim os tempos do refrigério pela presença do Senhor.» Esse arrependimento é uma troca de tendência desde a velha forma a algo novo. Não é simplesmente um sentimento de vergonha porque pecou, e sim um desejo sincero de não voltar a pecar!

Esses são pontos fundamentais, e duas perguntas importantes a plantar: Sou rápido para perdoar os demais? E realmente me arrependi dos meus pecados?

Isso deveria despertar em cada um de nós um profundo e eterno agradecimento e um caloroso amor por Jesus Cristo, que pagou esse sacrifício por nós. Ele recebeu carne e sangue para ser semelhantes  a quem ele veio salva, e assim poder ter a capacidade de nos ajudar. Quer que as pessoas vivam como Ele fez; quer que tenham vitória sobre o pecado e glorifiquem a Deus com seus corpos, igual como Ele Fez. Essa é a razão pela qual quer perdoar nossos pecados: depois que somos perdoados podemos começar esta nova vida, e demonstrar  nosso amor e gratidão ao seguir-lo. Podemos estar entre aqueles, os quais não tenham vergonha de chamá-los de seus irmãos. Hebreus  2, 9-18.

Enquanto pensas nisso, lembre-se do amor que Jesus tinha quando morreu por você – o justo pelos injustos – e nunca esqueça que tens sido purificado dos seus antigos pecados. Porque, que teria sido de qualquer um de nós se tivéssemos recebido o que realmente merecíamos?

« Não nos tratou segundo os nossos pecados, nem nos recompensou segundo as nossas iniquidades. Pois assim como o céu está elevado acima da terra, assim é grande a sua misericórdia para com os que o temem. Assim como está longe o oriente do ocidente, assim afasta de nós as nossas transgressões.»Salmos 103,10-12

Ensinamentos-chave

Descubra como a Palavra de Deus nos desafia e motiva a viver 100% de acordo com a Sua vontade, assim que não precisamos mais cair em pecado, mas que podemos chegar a uma vida de vitória.

Baixar e-book grátis

Eu estou crucificado com Cristo

Este livreto é baseado nas palavras de Paulo em Gálatas 2:20: “Eu estou crucificado com Cristo; não vivo mais eu, mas Cristo vive em mim …” Aqui Elias Aslaksen explica o que isto quer dizer e como os leitores podem ter o mesmo testemunho que Paulo em suas próprias vidas.

Siga-nos